28 de abril – Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho e o Dia Nacional em Memória às Vítimas de Acidente e Doenças do Trabalho

27.04.2023

Sindicatos mobilizam atos de luta em valorização da segurança e saúde do trabalhador O dia 28 de abril é o Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho e Dia Nacional em Memória às Vítimas de Acidente e Doenças do Trabalho. Para marcar a data, o movimento sindical realiza atos de luta em valorização da […]

Sindicatos mobilizam atos de luta em valorização da segurança e saúde do trabalhador

O dia 28 de abril é o Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho e Dia Nacional em Memória às Vítimas de Acidente e Doenças do Trabalho.

Para marcar a data, o movimento sindical realiza atos de luta em valorização da segurança e saúde do trabalhador.

De acordo com dados do Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho uma iniciativa do Ministério Público do Trabalho (MPT), em cooperação com a Organização Internacional do Trabalho (OIT) – e compilados pelo Dieese – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, de 2012 a 2021, Transtornos Mentais ultrapassaram as LER-Dort e representam 39% dos afastamentos de bancários por acidente de trabalho. Vale lembrar que, no mesmo período, 42.138 bancários receberam benefício de acidente de trabalho pelo INSS. Outros 156.670 tiveram reconhecido o afastamento por doença comum.

Campanha Menos Metas, Mais Saúde

Neste mês a categoria lançou, por meio da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), a  Campanha Menos Metas, Mais Saúde. O objetivo é evidenciar o cenário de adoecimento físico e mental dos trabalhadores do ramo financeiro. A campanha terá a duração de seis meses. Representantes podem participar baixando as peças disponíveis no final deste texto e disponibilizando nas redes sociais ou em formato impresso durante mobilizações presenciais.

“É uma dura realidade que merece a atenção de todos. A campanha busca reforçar a gravidade das condições enfrentadas pelos bancários com excessiva cobrança de metas e assédio moral. É preciso discutir com os banqueiros medidas que diminuam de fato o adoecimento mental na categoria bancaria”, destaca Gustavo Frias, representante da Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, na mesa de Saúde. Entre os adoecimentos mais frequentes registrados pela categoria estão transtornos psicológicos e as LER/Dort, ambos considerados efeitos das cobranças de metas excessivas.

Ação nas redes sociais

Além dos atos presenciais de luta, o movimento sindical convida o trabalhador a participar da mobilização nas redes sociais. A campanha utiliza a hashtag #MenosMetasMaisSaúde. Baixe o conteúdo digital e participe do tuitaço a partir das 11h.

Data

Desde 2003, o dia 28 de abril é lembrado como o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidente e Doenças do Trabalho. A data foi criada pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) em memória às vítimas da explosão de uma mina em Farmington, no estado da Virgínia, que matou 78 mineiros, em 1969.

Mídias para as redes sociais: Campanha Menos Metas Mais Saúde.

Notícias Relacionadas

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Financiários cobram igualdade salarial e de oportunidades para mulheres e negros no setor

Com base em levantamento do Dieese, trabalhadores e trabalhadoras mostraram distorções salariais de gênero e raça Representantes dos financiários, no movimento sindical, se reuniram, nesta sexta-feira (12), com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), para cobrar igualdade de oportunidades no setor. O encontro faz parte das negociações da Campanha Nacional […]

Leia mais

Nota da Feeb SP/MS sobre a destituição de gerentes da Caixa Asset

A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) manifesta sua profunda preocupação com a recente destituição de três gerentes da Caixa Asset, subsidiária da Caixa Econômica Federal responsável pela gestão de ativos. Esses gerentes foram removidos de seus cargos após recusarem-se a aprovar uma operação de […]

Leia mais

Sindicatos filiados