Semana reforçou a conscientização sobre o combate às LER/Dort

01.03.2024

A data chama atenção para duas doenças que têm relação direta com o trabalho e que atingem milhões de brasileiros Nesta semana, no dia 28 de fevereiro (última quarta-feira) foi o Dia Mundial de combate às Lesões por Esforços Repetitivos (LER) e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (Dort). A data foi escolhida pela Organização Internacional […]

A data chama atenção para duas doenças que têm relação direta com o trabalho e que atingem milhões de brasileiros

Nesta semana, no dia 28 de fevereiro (última quarta-feira) foi o Dia Mundial de combate às Lesões por Esforços Repetitivos (LER) e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (Dort). A data foi escolhida pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), agência multilateral da Organização das Nações Unidas (ONU), responsável em definir e promover normas e princípios voltados aos direitos fundamentais no trabalho.  A data chama atenção para doenças que têm relação direta com o trabalho e que atingem milhões de brasileiros.

A LER/DORT é um conjunto de condições que afetam os músculos, tendões e nervos devido a atividades repetitivas, posturas inadequadas e esforços físicos intensos. Esses distúrbios são frequentemente associados ao ambiente de trabalho e podem resultar em dor, desconforto e incapacidade funcional.

No contexto laboral, a LER/DORT é uma preocupação significativa, pois pode impactar a produtividade e a qualidade de vida dos trabalhadores. Para prevenir essas condições, é essencial adotar medidas ergonômicas adequadas, promover pausas regulares durante atividades repetitivas e oferecer treinamento sobre postura correta e uso adequado de equipamentos.

Além disso, é fundamental que empregadores e funcionários estejam atentos aos primeiros sinais de LER/DORT, como dor persistente, formigamento ou fraqueza muscular. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado são essenciais para evitar complicações e garantir a saúde e o bem-estar no ambiente de trabalho.

O tema é promovido pelo movimento sindical, que busca conscientizar sobre a LER/DORT e em colaborar com empresas e trabalhadores na implementação de práticas seguras e saudáveis.

“É fundamental reconhecer a gravidade das LER/DORT e implementar medidas preventivas eficazes para proteger a saúde dos trabalhadores”, defende Gustavo Frias, representante da Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS).

Notícias Relacionadas

Saúde, segurança, metas e violência contra as mulheres pautam reunião das Financeiras

Coletivo Nacional dos Financiários e Acrefi voltam à mesa de negociação pela Campanha Nacional 2024 Na tarde desta sexta-feira (19), o Coletivo Nacional dos Financiários da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) realizou mais uma rodada de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). A pauta do […]

Leia mais

Quarta mesa de negociação do BB discute diversidade e igualdade de oportunidades

Para Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), Banco do Brasil deu sinais de avanços importantes na reunião Na manhã desta sexta-feira (19), em São Paulo, foi realizada a quarta mesa de negociação específica da Campanha Nacional 2024 para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do Banco do Brasil. A pauta principal […]

Leia mais

CEE Caixa realiza nova rodada de negociações focada em diversidade e igualdade de oportunidades

Além de diversidade e igualdade, foram discutidos temas como FUNCEF, escala de férias, telefone celular e escola inclusiva A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa Econômica Federal conduziu nesta sexta-feira (19) mais uma mesa de negociação para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos empregados da instituição. O tema central da discussão […]

Leia mais

Sindicatos filiados