AÇÃO JUDICIAL DA FEDERAÇÃO FAZ ECONOMUS REABRIR O NOVO FEAS

31.03.2021

Com assessoria juridica Fernando Hirsch LBS advogados Os empregados do Banco do Brasil egressos do BNC, quando ativos no banco são beneficiários do Plano Plus. Quando se aposentavam pelo Econonomus migravam para o Plano Economus Feas. No final de 2020, as regras mudaram. O Economus fechou o ingresso de novas adesões ao Plano Feas, apenas […]

Com assessoria juridica
Fernando Hirsch
LBS advogados

Os empregados do Banco do Brasil egressos do BNC, quando ativos no banco são beneficiários do Plano Plus. Quando se aposentavam pelo Econonomus migravam para o Plano Economus Feas. No final de 2020, as regras mudaram. O Economus fechou o ingresso de novas adesões ao Plano Feas, apenas permitindo a migração ao Plano Família que é inviável economicamente.

Em decorrência do fechamento do Feas e pelo descumprimento do art. 31, da Lei 9656, de 1998 (Lei dos Planos de Saúde), a Federação ajuizou ação coletiva para manutenção deste trabalhadores no Plano Plus (recolhendo a parte do empregado e patronal).

A Juíza da 20ª Vara Cível de Brasília, conforme pleiteado pela Federação, determinou ao Economus e ao Banco do Brasil que os aposentados egressos do Banco Nossa Caixa tenham direito na manutenção do Plano Plus. O Banco do Brasil e o Economus já foram intimados da decisão judicial, mas até o presente momento não cumpriram a determinação. A Federação requereu a majoração da multa diária, hoje de R$ 3.000,00 e o Banco do Brasil apresentou embargos de declaração (medida judicial para solicitar esclarecimentos à Juíza).

O Economus em nítido recuo decorrente da acao judicial da Federação reabriu o plano de saúde Novo Feas, fechado em janeiro deste ano.

A postura do Economus evidencia o resultado positivo da acao judicial da Federação, que fez o Economus reconsiderar as alterações lesivas do plano de saúde aos associados.

Apesar da melhora de cenário para os bancários oriundos do BNC, a Federação manterá a ação judicial.

 A Federação mantem a recomendação anterior de que os bancários devem fazer a opção do plano (Família, Feas ou algum Plano de Mercado) desvinculados da ação judicial, já que apesar da liminar ainda teremos muita discussão judicial. Simultaneamente da opção do plano, a Federação recomenda que os bancários, antes do último dia de trabalho, formalizem por e-mail a intenção de manutenção no plano plus e ou migração para a Cassi.

Notícias Relacionadas

Saúde, segurança, metas e violência contra as mulheres pautam reunião das Financeiras

Coletivo Nacional dos Financiários e Acrefi voltam à mesa de negociação pela Campanha Nacional 2024 Na tarde desta sexta-feira (19), o Coletivo Nacional dos Financiários da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) realizou mais uma rodada de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). A pauta do […]

Leia mais

Quarta mesa de negociação do BB discute diversidade e igualdade de oportunidades

Para Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), Banco do Brasil deu sinais de avanços importantes na reunião Na manhã desta sexta-feira (19), em São Paulo, foi realizada a quarta mesa de negociação específica da Campanha Nacional 2024 para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do Banco do Brasil. A pauta principal […]

Leia mais

CEE Caixa realiza nova rodada de negociações focada em diversidade e igualdade de oportunidades

Além de diversidade e igualdade, foram discutidos temas como FUNCEF, escala de férias, telefone celular e escola inclusiva A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa Econômica Federal conduziu nesta sexta-feira (19) mais uma mesa de negociação para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos empregados da instituição. O tema central da discussão […]

Leia mais

Sindicatos filiados