Adesão à greve em Piracicaba amplia no 12º dia

30.09.2013

Onze cidades, oito bancos e 62 agências. Esse é o saldo do 12º dia de greve na base do SINDBAN (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região). Nesta segunda-feira, 30, mais uma agência do Santander de Piracicaba não abriu as portas, aderindo espontaneamente à greve. “A cada dia amplia a adesão. Cumprimos a meta inicial […]

Onze cidades, oito bancos e 62 agências. Esse é o saldo do 12º dia de greve na base do SINDBAN (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região). Nesta segunda-feira, 30, mais uma agência do Santander de Piracicaba não abriu as portas, aderindo espontaneamente à greve.

“A cada dia amplia a adesão. Cumprimos a meta inicial de paralisarmos as seis principais agências dos seis maiores bancos (Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Santander e HSBC) – onde a adesão ultrapassou os 90% – e ainda ampliamos de forma gradual para os bancos BMB, Safra e outras agências dos cinco maiores bancos em Piracicaba”, afirmou o presidente do SINDBAN, José Antonio Fernandes Paiva.

Durante a manhã de hoje, uma ação foi realizada em frente à agência Centro Piracicaba do Itaú. A “Cachorrada dos Banqueiros” teve por objetivo demonstrar à população o descaso dos bancos com relação aos bancários, em permanecerem em silêncio durante os 12 dias de greve e não apresentarem nenhuma proposta de reajuste salarial. Durante o ato, foi oferecido cachorro quente à população e clientes que passavam pelo local. “Não estamos lutando apenas por aumento salarial, mas por melhores condições de trabalho aos bancários para que possam oferecer um atendimento de mais qualidade aos clientes”, esclareceu Paiva.

Dados divulgados nesta segunda-feira apontam que os bancos obtiveram um lucro líquido de R$ 59,7 bilhões nos últimos 12 meses, porém, demitiram nos seis primeiros meses deste ano quase sete mil bancários. Mais lucro, mais demissões e mais filas nos bancos.

Texto: Michelle Bottin

Notícias Relacionadas

Bancários querem mais contratações, fim das demissões e da precarização

Comando Nacional propõe maior equilíbrio entre dias trabalhados, com momentos de descanso e lazer, com redução da jornada para quatro dias; proposta pode aumentar produtividade e satisfação com o emprego O Comando Nacional dos Bancários se reuniu na manhã desta segunda-feira (27) com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na segunda reunião de negociação da […]

Leia mais

Bancários negociam com Federação Nacional dos Bancos nesta segunda-feira (27)

Temas Emprego e Terceirização são os primeiros temas a serem discutidos A Campanha Nacional do Bancário, iniciada na última semana, segue hoje (27) com mais uma negociação. Federações, associações e representação sindical negociam com a Federação Nacional dos Bancos as pautas “Emprego e Terceirização”. Os temas foram definidos pelo Comando Nacional dos Bancários na última […]

Leia mais

Bancários criam Comitê de Luta durante Congresso Nacional

Comitê nacional lutará para defender o BB como instituição pública e em apoio a projeto de Governo que fortaleça o banco e sua função social, de indutor do crescimento econômico com geração de emprego e renda O papel do Banco do Brasil na reconstrução do país foi um dos temas em destaque no 33° Congresso […]

Leia mais

Sindicatos filiados