Bancários da base da FEEB-SPMS participaram de palestras na sede da UGT em 9/2

02.12.2020

A União Geral dos Trabalhadores – UGT, por meio da Secretaria para Assuntos de Finanças e Crédito e Secretaria da Diversidade Humana, promoveram, na manhã desta quinta-feira, 9, palestras que abordaram a questão da diversidade no Banco do Brasil e a Orientação Normativa nº 1. Na primeira apresentação, Márcia Gurgel, Gerente de Área da Gerência Regional […]

A União Geral dos Trabalhadores – UGT, por meio da Secretaria para Assuntos de Finanças e Crédito e Secretaria da Diversidade Humana, promoveram, na manhã desta quinta-feira, 9, palestras que abordaram a questão da diversidade no Banco do Brasil e a Orientação Normativa nº 1.

Na primeira apresentação, Márcia Gurgel, Gerente de Área da Gerência Regional de Gestão de Pessoas em São Paulo-Capital (Gepes S. Paulo) e Sandra Regina de Miranda, Analista da Gepes da área de Responsabilidade Socioambiental, falaram sobre as ações do Banco do Brasil para promover a inclusão de mulheres, pessoas com deficiência e negros, no quadro funcional da instituição. Embora um avanço seja notório, ainda há muito em que evolui.

Na outra palestra, Roberto Nolasco, da Secretaria de Finanças da UGT, explanou sobre a Orientação Normativa nº1, de 25 de agosto de 2011, que estabelece que as entidades sindicais promovam ajustes em seus planos de contas, de modo a segregar contabilmente as receitas e despesas decorrentes da contribuição sindical.

É importante destacar que os procedimentos de escrituração contábeis estabelecidos pela Orientação Normativa já estão em vigor e, obrigatoriamente, devem ser adotados desde 01 de janeiro de 2012. 

Segundo João Arnaldo, Diretor de Esportes e Cultura da FEEB-SPMS e membro da Secretaria para Assuntos de Finanças e Crédito da UGT, “os responsáveis pela contabilidade das entidades sindicais precisam tomar ciência dessa normativa, a fim de que as regras sejam cumpridas conforme estabelecido pela legislação.”

Para mais informações sobre a Orientação Normativa nº 1, clique aqui.

Maricélia Franco, redação FEEB-SPMS

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados