Bancários de Santos paralisam Santander contra pressão, assédio e demissões

02.05.2013

Os trabalhadores bancários, organizados pela diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região paralisaram, quinta-feira, dia 02, das 10h às 16h, seis agências do Santander em Santos/SP. Foram paralisadas as unidades: Galeão Carvalhal (Gonzaga), Boqueirão, Oswaldo Cruz (Boqueirão), Ana Costa (Gonzaga), Ana Costa/Vila Mathias, Pça Rui Barbosa (Centro) e Coliseu (Centro). Nestas agências foram […]

Os trabalhadores bancários, organizados pela diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região paralisaram, quinta-feira, dia 02, das 10h às 16h, seis agências do Santander em Santos/SP. Foram paralisadas as unidades: Galeão Carvalhal (Gonzaga), Boqueirão, Oswaldo Cruz (Boqueirão), Ana Costa (Gonzaga), Ana Costa/Vila Mathias, Pça Rui Barbosa (Centro) e Coliseu (Centro). Nestas agências foram demitidos vários funcionários. “Todos os dias há uma enxurrada de denúncias por conta de assédios, pressão, maus tratos e demissão. O ambiente de trabalho tornou-se um inferno”, diz Fabiano Couto, diretor do sindicato e funcionários do banco.

“Vários bancários com 25, 29 e até 30 anos de trabalho dedicados ao banco estão sendo ameaçados ou demitidos, à beira da aposentadoria. Como ocorreu no último Natal e está ocorrendo até agora”, ressalta Pedro de Castro, diretor do Sindicato e funcionário do Santander.

O Banco Santander demitiu mais de 2.500 bancários, entre 2012 e 13, pais e mães de família, muitos deles próximos da aposentadoria. Não há razão econômica para esse ataque desumano contra os trabalhadores brasileiros. O Santander é um dos cinco maiores bancos que operam no Brasil.

De janeiro de 2012 a março deste ano, teve lucro líquido de quase R$ 6,5 bilhões. Mas é só no Brasil que o Santander demite em massa. Nem na Espanha, que está numa crise profunda, há demissões. Por que o banco espanhol usa o Brasil para tirar sua maior fatia de lucros e deixa aqui milhares de mães e pais de família desempregados?

A diretoria do Sindicato exige que o Santander respeite o Brasil e os trabalhadores brasileiros. O Santander é o 2º no ranking nacional de mais multados pela Polícia Federal por falhas de segurança.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Santos 

Notícias Relacionadas

Eleições Economus – Ainda dá tempo de votar!

Passamos da metade do período do pleito, que vai eleger dois membros ao conselho deliberativo e um membro ao conselho fiscal do Economus. Até esta sexta-feira (19), 28% dos eleitores haviam exercido o direito ao voto. A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB SP/MS) e seus sindicatos […]

Leia mais

Banco do Brasil aprova atualização da Tabela PIP para beneficiar trabalhadores do Previ Futuro

Mudança na Pontuação Individual do Participante permite aumento na contribuição adicional e soma mais recursos para a aposentadoria, atendendo a antiga reivindicação dos funcionários O Banco do Brasil aprovou as mudanças na Tabela PIP (Pontuação Individual do Participante), uma reivindicação antiga dos trabalhadores, que permitirá aumentar a contribuição adicional para a aposentadoria. O anúncio foi […]

Leia mais

Eleições da Funcef: votação segue até sexta-feira (19)

Participantes da ativa e assistidos dos planos de previdência podem votar até sexta-feira (19), mas a orientação é não deixar para a última hora Teve início nesta terça-feira (16), a votação para as Eleições Funcef. Participantes dos planos de previdência da Funcef podem votar para definir quem vai ocupar a diretoria de Administração e Controladoria, […]

Leia mais

Sindicatos filiados