Bancários do Itaú discutem Emprego, Saúde e melhores condições em Encontro Nacional

06.08.2021

Encontro aconteceu virtualmente na tarde de quinta-feira (5) com a participação de 159 delegados e delegadas  Na tarde desta quinta-feira (05), os 159 delegados e delegadas participaram do Encontro Nacional dos Trabalhadores do Itaú. O encontro ocorreu virtualmente e definiu a pauta de reivindicação específica. “Foi uma oportunidade para colocarmos em discussão temas fundamentais para […]

Encontro aconteceu virtualmente na tarde de quinta-feira (5) com a participação de 159 delegados e delegadas 

Na tarde desta quinta-feira (05), os 159 delegados e delegadas participaram do Encontro Nacional dos Trabalhadores do Itaú. O encontro ocorreu virtualmente e definiu a pauta de reivindicação específica. “Foi uma oportunidade para colocarmos em discussão temas fundamentais para o interesse dos funcionários e traçarmos juntos estratégias de luta com base na realidade do país e nas reivindicações dos trabalhadores", explica Reginaldo Breda, secretário geral da Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul e representante na Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú.

Saúde 
O tema Saúde do trabalhador foi  pauta da primeira mesa de trabalho do encontro nacional, ministrada pelo secretário de Saúde do Trabalhador da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Mauro Salles. 

De acordo com o especialista, apesar da vacinação, a fase ainda é de muita luta no cenário nacional. "A vacinação começou, mas está longe de ser o ideal. Por isso temos continuar na luta pelo real cumprimento dos protocolos de saúde e segurança que negociamos com a Fenaban no começo da pandemia e na luta pela vacinação de todos os bancários”, afirmou Salles.

O secretário de Saúde do Trabalhador a questão do retorno aos trabalhos presenciais. “O acordo que tivemos com a Fenaban é que não haverá volta sem negociar os critérios, com um protocolo único mínimo de procedimento. Temos que continuar protegendo os trabalhadores de riscos à sua saúde. Uma eventual volta só pode acontecer com a vacinação completa. Mesmo assim, temos de pensar em outros problemas que podem vir a acontecer. Temos que ter tranquilidade, pois estamos lidando com a vida das pessoas. Os bancos também têm de ter responsabilidade neste processo. Não pode ser só negócio.”

Emprego
Sobre o tema emprego foram debatidos números apresentados pela economista do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Cátia Uehara, no início do encontro. “Nós temos que abrir negociações sobre as metas e sobre os programas de remuneração, que muitas vezes são usados como justificativas para as demissões”, disse Valdenia Ferreira, representante da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro de Mina Gerais (Fetrafi-MG) na Comissão de Organizados dos Empregados (COE) do Itaú.

Remuneração
A remuneração dos trabalhadores foi o terceiro tema a ser abordado. Delegados e delegadas destacaram que a instabilidade e o medo de demissões são os resultados da implementação do GERA, programa de remuneração variável criado para substituir o AGIR e a importância em continuar as negociações. 

GT Saúde
O Grupo de Trabalho (GT) de Saúde do Itaú, tema da quarta mesa de debate foi apresentado pela coordenadora do GT, Luciana Duarte. A apresentação ressaltou as negociações feitas no último período e a importância do movimento sindical ter conquistado o GT de Saúde no Itaú. 

Fundação Itaú
O Último tema debatido pelos delegados e delegadas do encontro foi Fundação Itaú. Foi feito um breve relato sobre todos os planos e um resgate das últimas eleições, realizadas em maio. 

Notícias Relacionadas

Financiários exigem fim de terceirizações e formalização do teletrabalho no setor

Movimento sindical também denunciou o aumento de contratações de correspondentes bancários, repassando os serviços para empresas que não cobrem os mesmos direitos reivindicados pela categoria Representantes dos trabalhadores financiários realizaram, nesta terça-feira (16), mais uma rodada da mesa de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), desta vez, para […]

Leia mais

COE Santander reitera defesa dos direitos dos empregados durante negociação com o banco

A garantia do emprego foi um dos principais temas reivindicados A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander deu início às negociações do acordo específico com o banco, na tarde desta terça-feira (16). A defesa dos direitos dos trabalhadores e a garantia do empregos foram os principais temas debatidos. O movimento sindical cobrou o […]

Leia mais

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Sindicatos filiados