Bancários do Itaú e sindicatos promovem campanha contra as demissões

22.09.2020

Campanha temática #ItauNaoDemitaMeusPais vai ao ar nesta quarta-feira (23) Na próxima quarta-feira (23), a partir das 11h, um tuitaço marca a campanha contra as demissões de funcionários do Itaú. A campanha foi elaborada pela Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú em protesto às demissões em massa. A partir deste dia, peças, matérias, vídeos […]

Campanha temática #ItauNaoDemitaMeusPais vai ao ar nesta quarta-feira (23)

Na próxima quarta-feira (23), a partir das 11h, um tuitaço marca a campanha contra as demissões de funcionários do Itaú. A campanha foi elaborada pela Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú em protesto às demissões em massa. A partir deste dia, peças, matérias, vídeos e cards/memes feitos sobre o tema devem ser publicados nas redes sociais com a #ItaúNaoDemitaMeusPais.

As demissões tiveram início na última semana, em plena pandemia do coronavírus (Covid-19). Segundo representantes da categoria, a atitude do banco contraria o compromisso da direção do banco de não demitir durante a pandemia. No total somam-se 130 demissões em várias cidades do país. Em resposta o banco diz ser motivado pelo encerramento da área de veículos da instituição. Em contrapartida, denúncias mostram que também foram registradas demissões em agências, fato já admitido pelo banco.

Campanha
Para o sucesso da campanha, o COE orienta que a adesão seja feita pelos sindicatos e o contato com toda a base, além de personalidades públicas e políticos ligados ao movimento sindical.

“É fundamental que os dirigentes sindicais (não apenas do Itaú) se engajem na campanha e contribuam com as ações nas redes sociais, principalmente nos tuitaços”, reforça o secretário geral da Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, Reginaldo Breda.
Peças oficiais da campanha serão disponibilizadas às equipes de comunicação dos sindicatos. “Pedimos que os membros da COE Itaú reforcem esta solicitação junto aos demais dirigentes e se empenhem nos contatos com as personalidades e políticos ligados ao movimento. Vamos juntos em mais essa importante luta”, destaca Breda.
 

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados