Banco do Brasil: Ação movida pelo sindicato de Franca garante indenização 7ª E 8ª de assistentes

23.06.2021

Franca e Região Após sete anos tramitando em todas as instâncias da justiça do trabalho, a ação ajuizada pelo sindicato para os assistentes do Banco do Brasil, com jornada de oito horas, das cidades de Ituverava, Guará e Jeriquara finalmente chegou ao fim e os substituídos na ação puderam receber o valor das suas indenizações. […]

Franca e Região

Após sete anos tramitando em todas as instâncias da justiça do trabalho, a ação ajuizada pelo sindicato para os assistentes do Banco do Brasil, com jornada de oito horas, das cidades de Ituverava, Guará e Jeriquara finalmente chegou ao fim e os substituídos na ação puderam receber o valor das suas indenizações.

Foram contemplados nesta ação nove funcionários da ativa e aposentados, que durante algum período compreendido entre o ano de 2009 até hoje, exerceram a função de assistentes com jornada de oito horas e que não fizeram acordo com o BB no âmbito da Comissão de Conciliação Prévia (CCP).

As indenizações pagas através da ação judicial somaram R$ 1,9 milhão e a expectativa do advogado responsável pelas ações judiciais que tratam desta demanda, é de que em breve os substituídos na ação ajuizada na vara do trabalho de São Joaquim da Barra e Ipuã, recebam as suas indenizações.

Ainda estão aguardando julgamento no TST (Tribunal Superior do Trabalho) as ações ajuizadas nas varas do trabalho de Franca e Igarapava.

Para celebrar mais esta importante conquista do sindicato para a categoria, os diretores Rogério Marques, Célia Damas e Adenílson Guiraldelli reuniram-se na manhã da última terça-feira (22) com os funcionários da agência do Banco do Brasil de Ituverava e efetuaram o pagamento das indenizações.

Notícias Relacionadas

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Financiários cobram igualdade salarial e de oportunidades para mulheres e negros no setor

Com base em levantamento do Dieese, trabalhadores e trabalhadoras mostraram distorções salariais de gênero e raça Representantes dos financiários, no movimento sindical, se reuniram, nesta sexta-feira (12), com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), para cobrar igualdade de oportunidades no setor. O encontro faz parte das negociações da Campanha Nacional […]

Leia mais

Nota da Feeb SP/MS sobre a destituição de gerentes da Caixa Asset

A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) manifesta sua profunda preocupação com a recente destituição de três gerentes da Caixa Asset, subsidiária da Caixa Econômica Federal responsável pela gestão de ativos. Esses gerentes foram removidos de seus cargos após recusarem-se a aprovar uma operação de […]

Leia mais

Sindicatos filiados