Banco do Brasil e Correios querem aumentar serviços do Banco Postal

25.11.2013

O Banco do Brasil (BBAS3) e a BB Seguridade (BBSE3), empresa de seguros que pertence ao banco, assinaram, separadamente, memorandos de entendimento com os Correios para avaliarem futuras parcerias, informaram as companhias nesta segunda-feira (25). Segundo fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o objetivo principal do acordo entre o BB e o […]

O Banco do Brasil (BBAS3) e a BB Seguridade (BBSE3), empresa de seguros que pertence ao banco, assinaram, separadamente, memorandos de entendimento com os Correios para avaliarem futuras parcerias, informaram as companhias nesta segunda-feira (25).

Segundo fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o objetivo principal do acordo entre o BB e o Banco Postal será incrementar o modelo já estabelecido entre as empresas.

O BB quer aumentar o escopo de produtos e serviços já oferecidos, aproximando-se dos modelos de bancos postais ao redor do mundo. O documento não possui efeito vinculante e, portanto, não constitui parceria definitiva, afirmou a instituição.

Em comunicado à parte, a BB Seguridade disse que vai realizar estudos sobre a viabilidade da oferta de produtos de seguridade nas agências dos Correios.

Novo modelo quer atingir pessoas sem conta em banco

Segundo um comunicado do Banco do Brasil sobre a o acordo, a implantação do novo modelo permitirá ao Banco Postal "ampliar seu portfólio e estabelecer parcerias para que seus clientes acessem novos produtos e serviços, tais como outras linhas de crédito, seguros, capitalização, cartões pré pagos, consórcios, entre outros".

O banco afirma que o objetivo do novo modelo é fazer do Banco Postal uma opção mais atrativa para a parcela da população que não tem conta em banco. De acordo com o comunicado, atualmente existem cerca de 55 milhões de pessoas nesta situação, que movimentam mais de R$ 600 bilhões.

A intenção inicial é que BB e Correios tenham participações societárias iguais. Já foram realizados estudos preliminares, segundo o BB, e as pesquisas devem ser concluídas no segundo semestre de 2014.

Parceria

O Banco do Brasil venceu leilão em novembro de 2011 para ser novo parceiro dos Correios no Banco Postal por cinco anos, com oferta de R$ 2,3 bilhões.

O Banco Postal oferece serviços bancários básicos ao público em 6 mil agências dos Correios no país. Desde 2001, o Bradesco (BBDC4) atuava como correspondente bancário, mas o contrato acabou no final de 2011.

Fonte: Uol, com agências

Notícias Relacionadas

Financiários começam a debater cláusulas econômicas

Representantes dos trabalhadores defenderam índices reivindicados na pauta entregue no começo da Campanha Nacional O Coletivo Nacional dos Financiários realizou mais uma rodada de negociações da Campanha Nacional 2024 com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), na manhã desta terça-feira (23), em São Paulo. Este foi o primeiro encontro que […]

Leia mais

Saúde, segurança, metas e violência contra as mulheres pautam reunião das Financeiras

Coletivo Nacional dos Financiários e Acrefi voltam à mesa de negociação pela Campanha Nacional 2024 Na tarde desta sexta-feira (19), o Coletivo Nacional dos Financiários da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) realizou mais uma rodada de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). A pauta do […]

Leia mais

Quarta mesa de negociação do BB discute diversidade e igualdade de oportunidades

Para Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), Banco do Brasil deu sinais de avanços importantes na reunião Na manhã desta sexta-feira (19), em São Paulo, foi realizada a quarta mesa de negociação específica da Campanha Nacional 2024 para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do Banco do Brasil. A pauta principal […]

Leia mais

Sindicatos filiados