BB passa Itaú em ranking de maiores bancos do mundo

02.07.2013

LONDRES – O Banco do Brasil (BB) ganhou três posições em um ano e atualmente é o 36.º maior banco do mundo, conforme o ranking de 2013 produzido pela revista britânica "The Banker". Em tendência contrária, os dois maiores concorrentes privados, Itaú Unibanco e Bradesco, perderam posições e caíram para 39º e 42º lugares da […]

LONDRES – O Banco do Brasil (BB) ganhou três posições em um ano e atualmente é o 36.º maior banco do mundo, conforme o ranking de 2013 produzido pela revista britânica "The Banker". Em tendência contrária, os dois maiores concorrentes privados, Itaú Unibanco e Bradesco, perderam posições e caíram para 39º e 42º lugares da lista, respectivamente. Com isso, o BB passa a ser a instituição financeira brasileira mais bem colocada nesse estudo.

O ranking da revista britânica leva em conta os números de 2012 do total do chamado capital de nível 1 dos bancos – parcela do capital de melhor qualidade formado especialmente por ações, tanto ordinárias como preferenciais. Por esse critério, o capital do BB cresceu 12,3% em um ano, para US$ 36,301 bilhões. Com esse capital, a casa avançou do 39º lugar no ranking de 2012 para o 36º posto em 2013, ficando entre o francês Credit Mutuel (35º) e o alemão Commerzbank (37º).

A pesquisa mostra ainda que o Itaú Unibanco registrou queda do capital de nível 1 de 7,9% em um ano, para US$ 35,176 bilhões. Com isso, a casa que era líder entre os brasileiros em 2012 recuou da 33º posição para o 39º lugar, sendo ultrapassada pelo BB. No caso do Bradesco, o capital aumentou 3,3% no ano, para US$ 32,337 bilhões. Mesmo assim, o aumento não foi capaz de impedir a queda da instituição, que passou de 40º para 42º no ranking dos maiores do mundo.

Ativos

A pesquisa mostrou ainda o ranking dos bancos pelo critério de volume de ativos. Com esse corte, o BB também lidera entre os brasileiros, com US$ 554,962 bilhões, valor que cresceu 7,6% em um ano e colocou a instituição financeira federal como a 43ª maior em ativos do mundo. No 46º posto global desse ranking, está o Itaú Unibanco, com US$ 495,566 bilhões em ativos, montante que cresceu 13,6% em um ano. Já o Bradesco ocupa do 48º posto, com US$ 391,395 bilhões em ativos.

Fonte: O Estado de S.Paulo

Notícias Relacionadas

Campanha Nacional: Combate ao Assédio Moral volta a ser negociado com Federação Nacional dos Bancos (Fenaban)

Bancos negam que causa de adoecimento está relacionada à cobrança de metas O Comando Nacional dos Bancários se reuniu com a Federação Nacional dos Bancos nesta segunda-feira (15), para mais uma negociação. O combate ao assédio moral foi novamente tema do debate. Apesar de mais uma vez os bancos negarem que a causa do adoecimento […]

Leia mais

CEBB negocia com o banco cláusulas econômicas e representação sindical

Ao término da negociação, bancários leram manifesto pela democracia Bancários do Banco do Brasil se reuniram nesta sexta-feira (12) com o banco para mais uma negociação da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico dos trabalhadores do Banco do Brasil e do aditivo à […]

Leia mais

Federação dos Bancários orienta Sindicatos para realização de lives na próxima semana

Objetivo é promover o dialogo com a categoria e fortalecer pautas de luta na Campanha Nacional Conforme orientação do Comando Nacional, todo o movimento sindical deve dialogar com a categoria na próxima semana. A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, reforça o pedido para os seus 23 sindicatos filiados, para […]

Leia mais

Sindicatos filiados