BB terá de implantar call center para dar suporte aos clientes da Nossa Caixa

08.10.2020

Por: Camila F. de Mendonça InfoMoney   SÃO PAULO – Nesta semana, o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou a venda da Nossa Caixa ao Banco do Brasil. Contudo, ficou acordado que o BB deverá ampliar o atendimento aos clientes da Nossa Caixa para informá-los sobre a portabilidade.   De acordo com a decisão […]

Por: Camila F. de Mendonça
InfoMoney
 
SÃO PAULO – Nesta semana, o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou a venda da Nossa Caixa ao Banco do Brasil. Contudo, ficou acordado que o BB deverá ampliar o atendimento aos clientes da Nossa Caixa para informá-los sobre a portabilidade.
 
De acordo com a decisão do Cade, o Termo de Compromisso de Desempenho foi firmado com o objetivo de reduzir os custos de troca para os clientes dos municípios onde se observou elevada concentração do mercado.
 
O conselho verificou que a fusão entre os bancos resultará em uma concentração de mercado superior a 40% em 157 cidades.

Concorrência


Para estimular a concorrência bancária nas localidades onde a fusão resultou em concentração de mercado, o Cade determinou que algumas ações devem ser implantadas pelo BB em prol dos clientes, a fim de facilitar o acesso à informação.
Para tanto, no Termo consta o compromisso do banco de criar um call center gratuito para os clientes dessas localidades. “Esta equipe não poderá nem estimular e nem dissuadir o cliente a portar”, afirma o Cade, no Ato de Concentração que aprovou a fusão.
Segundo o termo, os clientes da Nossa Caixa que queiram portar o crédito, cadastro ou conta para o BB deverão ter todo o suporte do banco por meio do call center, que deverá contatar a agência da qual o cliente pretende migrar, de modo que seja providenciada toda a documentação necessária para isso.
 
Os clientes serão informados sobre o serviço, quando disponibilizado, por meio de comunicado. Procurado, o Banco do Brasil informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que concorda com o termo e que já estuda a implantação do serviço, que ainda não tem data para entrar em vigor.
 
Fusão

Em novembro do ano passado, o BB adquiriu cerca de 71,25% do capital social e votante da Nossa Caixa. A operação foi autorizada pelo Cade.
 
 

Notícias Relacionadas

Saúde, segurança, metas e violência contra as mulheres pautam reunião das Financeiras

Coletivo Nacional dos Financiários e Acrefi voltam à mesa de negociação pela Campanha Nacional 2024 Na tarde desta sexta-feira (19), o Coletivo Nacional dos Financiários da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) realizou mais uma rodada de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). A pauta do […]

Leia mais

Quarta mesa de negociação do BB discute diversidade e igualdade de oportunidades

Para Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), Banco do Brasil deu sinais de avanços importantes na reunião Na manhã desta sexta-feira (19), em São Paulo, foi realizada a quarta mesa de negociação específica da Campanha Nacional 2024 para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do Banco do Brasil. A pauta principal […]

Leia mais

CEE Caixa realiza nova rodada de negociações focada em diversidade e igualdade de oportunidades

Além de diversidade e igualdade, foram discutidos temas como FUNCEF, escala de férias, telefone celular e escola inclusiva A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa Econômica Federal conduziu nesta sexta-feira (19) mais uma mesa de negociação para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos empregados da instituição. O tema central da discussão […]

Leia mais

Sindicatos filiados