Bônus Caixa: Após cometer grande erro banco quer devolução de Bônus

18.05.2022

Representação dos trabalhadores cobra pagamento correto a todos que têm direitos, sem prejuízo àqueles que já receberam Trabalhadores da Caixa foram surpreendidos com mais um grande erro da gestão Pedro Guimarães. O acerto de Bônus Caixa foi creditado com disparidades a empregados de uma mesma unidade. O Bônus Caixa foi implementado pelo banco em 2017, […]

Representação dos trabalhadores cobra pagamento correto a todos que têm direitos, sem prejuízo àqueles que já receberam

Trabalhadores da Caixa foram surpreendidos com mais um grande erro da gestão Pedro Guimarães. O acerto de Bônus Caixa foi creditado com disparidades a empregados de uma mesma unidade.

O Bônus Caixa foi implementado pelo banco em 2017, com critérios definidos de forma unilateral pela direção da Caixa, entre eles, a contemplação de apenas parte dos empregados.

Na última sexta-feira (13), empregados que receberam o bônus foram notificados via e-mail com informações sobre a devolução de parte dos valores. De acordo com o banco, o bônus que poderia ser pago de forma parcelada foi pago em maior valor. Segundo a Caixa, o objetivo foi promover suposto acerto, já que mais empregados passaram a ter direito ao pagamento, dividindo o valor orçado para o Bônus que foi congelado pela direção.

Para as entidades sindicais esse é mais um grande erro de Pedro Guimarães. As entidades sindicais contestaram o pagamento para apenas a uma parte dos empregados e cobraram que o mesmo seja pago a todos, com critérios definidos de forma negociada e parte do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT).

“Priorizamos a segurança dos trabalhadores. O pagamento do Bônus Caixa avilta os trabalhadores e sua representação. As regras não são claras e mudam ao bel prazer da direção. Além disso, os sistemas que dão suporte à operação são muito frágeis”, disse o representante da Federação dos Bancários, Carlos Augusto Pipoca.

GDP

Não bastasse ter pago valores com enormes disparidades a empregados de uma mesma unidade, ter visto a injustiça ser denunciada e se ver obrigada a promover alterações no Ciclo 2021 do programa de Gestão de Desempenho de Pessoas (GDP) e no mecanismo de “curva forçada”, agora a Caixa quer que empregados devolvam parte dos recursos recebidos. O banco chegou a criar um sistema para que os próprios gerentes indiquem a quantidade de parcelas para a devolução dos recursos.

De acordo a representação dos trabalhadores, a atual gestão não tem condições de administrar um banco com tamanha importância como a Caixa. Segundo as entidades, “o normal seria o contentamento dos empregados ao receber o bônus, mas os erros cometidos fizeram com que ficassem desgostosos”, avaliam.

PLR X Bônus

O Bônus Caixa é uma política instituída unilateralmente pela Caixa, sem qualquer discussão com as entidades sindicais, que têm cobrado que o banco debata o bônus com os empregados para que sejam definidos, em conjunto, os critérios para o pagamento.

 

Notícias Relacionadas

Bancários aprovam acordos de trabalho do Santander

97,18% dos funcionários aprovaram o acordo com o banco Bancários do banco Santander de todo o país aprovaram, nesta quinta-feira (22), com 97,18% dos votos, o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) geral dos funcionários, aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria bancária, o ACT do Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) e […]

Leia mais

Negociação dos Financiários continua sem avanços

Financeiras apresentam proposta abaixo da expectativa da categoria Representantes dos Financiários e a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi) se reuniram nesta quinta-feira (22) para dar continuidade às negociações da campanha salarial da categoria. A pauta de reivindicações da categoria, com data-base em 1º de junho, foi entregue no dia 15 […]

Leia mais

Bancários do Santander participam de Assembleia nesta quinta-feira (22/9)

Votação acontece em plataforma eletrônica das 8h às 20h Nesta quinta-feira (22), bancários do Santander de todo o país participam de Assembleias para avaliar o Acordo Coletivo de Trabalho, o Acordo Coletivo de Trabalho sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PPRS) e o Termo de Relações Laborais, todos com validade por dois anos. Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados