Bradesco: Justiça determina reintegração de bancária com direito à estabilidade pré-aposentadoria

23.06.2021

Com mais de 16 anos de trabalho na instituição, bancária foi reintegrada no dia 7 deste mês  Campinas e Região   A 2ª Seção de Dissídios Individuais do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT), em julgamento realizado em abril deste ano, determinou ao Bradesco a reintegração da bancária demitida no dia 29 de […]

Com mais de 16 anos de trabalho na instituição, bancária foi reintegrada no dia 7 deste mês 

Campinas e Região
 

A 2ª Seção de Dissídios Individuais do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT), em julgamento realizado em abril deste ano, determinou ao Bradesco a reintegração da bancária demitida no dia 29 de outubro do ano passado. Com mais de 16 anos de trabalho no banco, a bancária foi reintegrada no dia 7 deste mês de junho à agência Quintino Bocaiúva, em Itatiba.

A decisão favorável à bancária, em segunda instância, tem como base a cláusula 27ª Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), que prevê estabilidade “por 12 meses imediatamente anteriores ao direito ao benefício de aposentadoria da Previdência Social…aos empregados que tiverem o mínimo de cinco anos de vínculo empregatício com o banco”. Na data da demissão da bancária, faltavam 1 ano de 8 meses para a aposentadoria integral pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Na Vara do Trabalho de Itatiba, primeira instância, vale observar, a decisão não foi favorável à bancária. O Departamento Jurídico do Sindicato, no entanto, recorreu ao TRT da 15ª Região. O Bradesco, por sua vez, já recorreu contra a reintegração.

A bancária reintegrada fez parte, momentaneamente, do grupo de 8.547 demitidos pelo Bradesco entre o primeiro trimestre de 2020 e o primeiro trimestre deste ano. 

Notícias Relacionadas

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Financiários cobram igualdade salarial e de oportunidades para mulheres e negros no setor

Com base em levantamento do Dieese, trabalhadores e trabalhadoras mostraram distorções salariais de gênero e raça Representantes dos financiários, no movimento sindical, se reuniram, nesta sexta-feira (12), com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), para cobrar igualdade de oportunidades no setor. O encontro faz parte das negociações da Campanha Nacional […]

Leia mais

Nota da Feeb SP/MS sobre a destituição de gerentes da Caixa Asset

A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) manifesta sua profunda preocupação com a recente destituição de três gerentes da Caixa Asset, subsidiária da Caixa Econômica Federal responsável pela gestão de ativos. Esses gerentes foram removidos de seus cargos após recusarem-se a aprovar uma operação de […]

Leia mais

Sindicatos filiados