Caixa anuncia pagamento de promoção por mérito

13.04.2020

A Caixa Econômica Federal anunciou que vai pagar neste mês, abril, a promoção por mérito ano-base 2019. De acordo com o Banco, os critérios foram definidos pela Comissão Paritária da Promoção por Mérito – composta por representantes dos empregados e da direção da Caixa. “A promoção por mérito é fruto da luta dos empregados. Conseguimos […]

A Caixa Econômica Federal anunciou que vai pagar neste mês, abril, a promoção por mérito ano-base 2019. De acordo com o Banco, os critérios foram definidos pela Comissão Paritária da Promoção por Mérito – composta por representantes dos empregados e da direção da Caixa.

“A promoção por mérito é fruto da luta dos empregados. Conseguimos mais uma vez focar em critérios transparentes e objetivos e com isso, afastar a nefasta GDP”, destacou Carlos Augusto Silva (Pipoca), diretor do Sindicato dos Bancários de Campinas e representante da Feeb SP MS na Comissão Executiva dos Empregados da Caixa.

Como funciona

O modelo aprovado prevê pontuação máxima de 70 pontos. Recebe o delta quem atingiu 40 pontos. Os critérios objetivos foram distribuídos da seguinte forma: 20 pela conclusão dos três cursos previstos no Conquiste da unidade, 5 pontos para o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) realizado (não pode estar vencido) e outros 15 pontos para a frequência medida pelo Sistema de Ponto Eletrônico (Sipon).

Além disso, o empregado pôde alcançar até 10 pontos extras por meio de iniciativas de autodesenvolvimento. Cada curso feito e registrado no Siged – tanto na Universidade Caixa como fora dela – dá direito a dois pontos limitados a 10.

O sistema também considera critérios subjetivos, que garantem até 20 pontos referentes à nota consolidada na avaliação de competências realizada em 2019.

Importante destacar que, entre os itens que impedem a aplicação do delta, está a quantidade de faltas não justificadas. Neste ano, o empregado não pode ter mais de quatro faltas sem justificativa. Em 2018, foram três. A alteração foi negociada de forma que o lançamento pela Caixa da falta por ocasião da greve geral de 14 de junho não impactasse na pontuação.

Os deltas foram apurados e creditados após a consolidação dos resultados da avaliação de competência.
 

Notícias Relacionadas

Bancários aprovam acordos de trabalho do Santander

97,18% dos funcionários aprovaram o acordo com o banco Bancários do banco Santander de todo o país aprovaram, nesta quinta-feira (22), com 97,18% dos votos, o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) geral dos funcionários, aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria bancária, o ACT do Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) e […]

Leia mais

Negociação dos Financiários continua sem avanços

Financeiras apresentam proposta abaixo da expectativa da categoria Representantes dos Financiários e a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi) se reuniram nesta quinta-feira (22) para dar continuidade às negociações da campanha salarial da categoria. A pauta de reivindicações da categoria, com data-base em 1º de junho, foi entregue no dia 15 […]

Leia mais

Bancários do Santander participam de Assembleia nesta quinta-feira (22/9)

Votação acontece em plataforma eletrônica das 8h às 20h Nesta quinta-feira (22), bancários do Santander de todo o país participam de Assembleias para avaliar o Acordo Coletivo de Trabalho, o Acordo Coletivo de Trabalho sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PPRS) e o Termo de Relações Laborais, todos com validade por dois anos. Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados