Caixa não apresenta proposta de PLR

24.08.2020

Banco informa que vai aguardar reunião com FENABAN para apresentar proposta A CEE/CAIXA se reuniu hoje, 24, para mais uma negociação com o Banco.  A CEE/Caixa cobrou da Caixa o fim da abertura das agências aos sábados e reivindicou a marcação de ponto dos trabalhadores, o pagamento de remuneração ou compensação aos empregados; e ainda, a […]

Banco informa que vai aguardar reunião com FENABAN para apresentar proposta

A CEE/CAIXA se reuniu hoje, 24, para mais uma negociação com o Banco.  A CEE/Caixa cobrou da Caixa o fim da abertura das agências aos sábados e reivindicou a marcação de ponto dos trabalhadores, o pagamento de remuneração ou compensação aos empregados; e ainda, a apresentação de uma proposta global para ser apreciada nas assembleias.

A Caixa respondeu que aguarda definições da FENABAN para apresentação de proposta de PLR. O banco informou que a alta direção da empresa valoriza o esforço dos empregados, mas que existe um limite para o pagamento da PLR na resolução 09 do SEST de pagar no máximo 25% do que a empresa paga de dividendos para o controlador, o que limitaria a distribuição para 6,25% do LL (LL que deve ser substancialmente menor que o de 2019). Portanto, não teria condições de formular a proposta neste momento. A Caixa também disse que fará esforços para cumprir o que for definido na mesa unificada. 

A PLR deverá voltar para a mesa de negociação na próxima quarta-feira (26).

"Ao visitar as agências, pode-se constatar o cansaço das pessoas. Não há justificativa para abertura das agências aos sábados, uma vez que a procura por atendimento é baixa. Em muitos casos os gerentes foram acionados apenas para orientar a população. Já com relação à PLR, buscamos o devido reconhecimento pelos desafios superados nessa pandemia e também em outros momentos", explica Carlos Augusto Pipoca, representante da Federacao dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de Sao Paulo e Mato Grosso do Sul. 

A Caixa se comprometeu a reavaliar a demanda da abertura aos sábados e a demanda dos empregados que não marcam ponto e trabalharam aos sábados.
Sobre o Saúde Caixa, ainda nao ha definicao. A Caixa afirmou que busca alternativas para as propostas. A demanda também envolve a SEST.
 

Notícias Relacionadas

Financiários exigem fim de terceirizações e formalização do teletrabalho no setor

Movimento sindical também denunciou o aumento de contratações de correspondentes bancários, repassando os serviços para empresas que não cobrem os mesmos direitos reivindicados pela categoria Representantes dos trabalhadores financiários realizaram, nesta terça-feira (16), mais uma rodada da mesa de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), desta vez, para […]

Leia mais

COE Santander reitera defesa dos direitos dos empregados durante negociação com o banco

A garantia do emprego foi um dos principais temas reivindicados A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander deu início às negociações do acordo específico com o banco, na tarde desta terça-feira (16). A defesa dos direitos dos trabalhadores e a garantia do empregos foram os principais temas debatidos. O movimento sindical cobrou o […]

Leia mais

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Sindicatos filiados