Campinas: Justiça determina BB a manter gratificação dos funcionários com 10 anos na função

07.07.2017

A juíza Lenita Aparecida Pereira Corbanezi, da 2ª Vara do Trabalho de Campinas, determinou ao Banco do Brasil que seja mantido o pagamento da gratificação dos funcionários que foram descomissionados pelo recente processo de reestruturação, mas exerciam a função por 10 anos ou mais. A decisão liminar foi proferida no dia 4 deste mês de […]

A juíza Lenita Aparecida Pereira Corbanezi, da 2ª Vara do Trabalho de Campinas, determinou ao Banco do Brasil que seja mantido o pagamento da gratificação dos funcionários que foram descomissionados pelo recente processo de reestruturação, mas exerciam a função por 10 anos ou mais. A decisão liminar foi proferida no dia 4 deste mês de julho e atende pedido do Sindicato dos Bancários de Campinas e Região, em ação ingressada no último dia 8 fevereiro.

Para cumprir a determinação judicial, o BB deve incorporar ao salário a média da gratificação de função paga nos últimos 10 anos, no prazo de 10 dias da intimação. Caso contrário, multa diária de R$ 10 mil. A decisão vale para todos os funcionários descomissionados lotados em agências instaladas na base do Sindicato.

Como se trata de decisão em primeira instância, o BB poderá recorrer. E no próximo dia 10 (segunda-feira) acontece audiência na 2ª Vara do Trabalho de Campinas.

O processo de reestruturação que resultou em descomissionamentos, plano de aposentadoria, fechamento de agências, dentre outras maldades, foi implantado pelo BB no dia 20 de novembro do ano passado.

Dia Luta no BB: Reestruturação, dia 7 de dezembro de 2016 (foto: Júlio César Costa)
Fonte: Sindicato dos Bancários de Campinas e Região – Jairo Gimenez

Notícias Relacionadas

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Financiários cobram igualdade salarial e de oportunidades para mulheres e negros no setor

Com base em levantamento do Dieese, trabalhadores e trabalhadoras mostraram distorções salariais de gênero e raça Representantes dos financiários, no movimento sindical, se reuniram, nesta sexta-feira (12), com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), para cobrar igualdade de oportunidades no setor. O encontro faz parte das negociações da Campanha Nacional […]

Leia mais

Nota da Feeb SP/MS sobre a destituição de gerentes da Caixa Asset

A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) manifesta sua profunda preocupação com a recente destituição de três gerentes da Caixa Asset, subsidiária da Caixa Econômica Federal responsável pela gestão de ativos. Esses gerentes foram removidos de seus cargos após recusarem-se a aprovar uma operação de […]

Leia mais

Sindicatos filiados