Campinas: Justiça determina BB a manter gratificação dos funcionários com 10 anos na função

07.07.2017

A juíza Lenita Aparecida Pereira Corbanezi, da 2ª Vara do Trabalho de Campinas, determinou ao Banco do Brasil que seja mantido o pagamento da gratificação dos funcionários que foram descomissionados pelo recente processo de reestruturação, mas exerciam a função por 10 anos ou mais. A decisão liminar foi proferida no dia 4 deste mês de […]

A juíza Lenita Aparecida Pereira Corbanezi, da 2ª Vara do Trabalho de Campinas, determinou ao Banco do Brasil que seja mantido o pagamento da gratificação dos funcionários que foram descomissionados pelo recente processo de reestruturação, mas exerciam a função por 10 anos ou mais. A decisão liminar foi proferida no dia 4 deste mês de julho e atende pedido do Sindicato dos Bancários de Campinas e Região, em ação ingressada no último dia 8 fevereiro.

Para cumprir a determinação judicial, o BB deve incorporar ao salário a média da gratificação de função paga nos últimos 10 anos, no prazo de 10 dias da intimação. Caso contrário, multa diária de R$ 10 mil. A decisão vale para todos os funcionários descomissionados lotados em agências instaladas na base do Sindicato.

Como se trata de decisão em primeira instância, o BB poderá recorrer. E no próximo dia 10 (segunda-feira) acontece audiência na 2ª Vara do Trabalho de Campinas.

O processo de reestruturação que resultou em descomissionamentos, plano de aposentadoria, fechamento de agências, dentre outras maldades, foi implantado pelo BB no dia 20 de novembro do ano passado.

Dia Luta no BB: Reestruturação, dia 7 de dezembro de 2016 (foto: Júlio César Costa)
Fonte: Sindicato dos Bancários de Campinas e Região – Jairo Gimenez

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados