CEE Caixa solicita correção do pagamento da PLR como determina a ACT

29.03.2021

De acordo com o Dieese o banco utilizou o valor de 3% do lucro líquido e não 4% A Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa) oficiou na última sexta-feira (26), por meio da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), a direção do banco a quem cobrou esclarecimentos sobre o pagamento da Participação […]

De acordo com o Dieese o banco utilizou o valor de 3% do lucro líquido e não 4%

A Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa) oficiou na última sexta-feira (26), por meio da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), a direção do banco a quem cobrou esclarecimentos sobre o pagamento da Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) Fenaban e PLR Social aos empregados.

A apuração feita pelo Departamento Intersindical de Estudos e Estatísticas Socioeconômicas (Dieese), identificou que a Caixa pagou a PLR Social com base na divisão linear entre todos os empregados de 3% do lucro líquido, e não de 4%, como determina o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) vigente. "É uma falha de grande proporção que pode gerar prejuízos de até R$ 1.593,00, dependendo do empregado. É preciso uma reparação dessa falha", comenta o presidente da Feeb SP/MS, Jeferson Boava.

De acordo com o Dieese, o cálculo da primeira parcela da PLR Social foi realizado corretamente, ou seja, em cima dos 4% do lucro do semestre.

Esclarecimento
De acordo com o ofício, os empregados reivindicam a discriminação dos valores da PLR Fenaban e PLR Social da mesma forma como ocorria até o ano passado e o imediato pagamento correto da PLR Social aos empregados.

Vale ressaltar que no dia 22 de março, a CEE/Caixa já havia solicitado ao banco a discriminação do pagamento da PLR (PLR Caixa, PLR Fenaban e PLR Fenaban 2), visto que no contracheque dos empregados o pagamento foi feito numa única rubrica, o que impedia análise item a item.

“Os empregados merecem o reparo desta perda imediatamente, pois trata-se de direito de cada um, além de ser obrigação do banco pagar corretamente, ainda mais em um período de pandemia onde os serviços dos bancários e bancárias da Caixa tem se mostrado fundamental para a vida de milhões de brasileiros", enfatiza Boava.

A antecipação do pagamento da segunda parcela da PLR foi creditada na última quinta-feira (18), após cobrança do movimento sindical e das entidades.

 

Notícias Relacionadas

Santander implementa teletrabalho em áreas administrativas

Modalidade é válida para áreas administrativas e contemplam eixo São Paulo e Rio de Janeiro O Santander anunciou que irá implementar o teletrabalho (home office). A modalidade é válida para bancários das áreas administrativas, lotados majoritariamente no eixo São Paulo e Rio de Janeiro, segundo as regras previstas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. As […]

Leia mais

Santander paga PLR e demais adicionais no dia 28 de fevereiro

Representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE/Santander) foram informados nesta terça-feira (01), sobre a data de pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). O valor será creditado no dia 28 deste mês. Junto com a PLR bancárias e bancários do Santander receberão os percentuais do Programa Próprio de Resultados do Santander (PPRS), do […]

Leia mais

Feeb SP/MS monta grupo de trabalho para discutir metas com Banco Itaú

Prazo para organização de grupos de representação se encerrou no último dia 31 Bancários representados pela Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul formalizaram o pedido junto ao banco para montagem de um grupo de trabalho para discussão de metas. De acordo com a cláusula 87 da Convenção Coletiva […]

Leia mais

Sindicatos filiados