Centrais sindicais convocam greve geral para dia 28 de abril

28.03.2017

Paralisação nacional será contra terceirização, reformas da previdência e trabalhista e retirada de direitos  Após reunião realizada nesta segunda-feira (27), em São Paulo, as centrais sindicais decidiram convocar nova Greve Geral para o dia 28 de abril. A mobilização é uma resposta contra os projetos das reformas da Previdência e trabalhista e também contra o […]

Paralisação nacional será contra terceirização, reformas da previdência e trabalhista e retirada de direitos

 Após reunião realizada nesta segunda-feira (27), em São Paulo, as centrais sindicais decidiram convocar nova Greve Geral para o dia 28 de abril. A mobilização é uma resposta contra os projetos das reformas da Previdência e trabalhista e também contra o projeto de lei 4.302/1998, aprovado recentemente pela Câmara dos Deputados, que libera a terceirização irrestrita.

A nota conjunta, assinada por UGT, CTB, CSB, Nova Central, CUT, Intersindical, CSP-Conlutas e CGTB, conclama os trabalhadores a paralisarem o país contra o desmonte da Previdência Pública e da retirada dos direitos trabalhistas garantidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e afirma que “a terceirização aprovada condena os trabalhadores à escravidão”. Também esclarece que “o trabalhador ganhará menos, trabalhará mais e ficará exposto a acidentes de trabalho”.

A diretoria da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) se reúne nesta quinta-feira, dia 30 e irá discutir sua estratégia de mobilização.

 

Notícias Relacionadas

Semana reforçou a conscientização sobre o combate às LER/Dort

A data chama atenção para duas doenças que têm relação direta com o trabalho e que atingem milhões de brasileiros Nesta semana, no dia 28 de fevereiro (última quarta-feira) foi o Dia Mundial de combate às Lesões por Esforços Repetitivos (LER) e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (Dort). A data foi escolhida pela Organização Internacional […]

Leia mais

COE e Itaú discutem revisões nos programas de remuneração

Durante a reunião foram apresentadas modificações nos programas. O movimento sindical deve elaborar contraproposta em breve  A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú realizou nesta quarta-feira (28), em São Paulo, uma reunião com a direção do banco para debater questões relacionadas à remuneração dos funcionários. Durante o encontro, o banco apresentou alterações nos […]

Leia mais

Trabalhadores discutem futuro da Fundação Itaú-Unibanco

Em seminário promovido pela Contraf-CUT e COE Itaú trabalhadores debateram caminhos para aumentar representatividade na gestão do fundo de pensão Trabalhadoras e trabalhadores associados à Fundação Itaú-Unibanco se reuniram, nesta quinta-feira (29), em um seminário organizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e pela Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú, […]

Leia mais

Sindicatos filiados