Comando cobra que bancos retirem alterações na MP 936

08.06.2020

Federação Nacional dos Bancários se prontificou a responder reivindicações nos próximos dias A Federação dos empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul participou hoje, 08, de novas negociações com a Federação Nacional dos Bancários (Fenaban). Durante a videoconferência, o Comando Nacional cobrou dos bancos, que a Convenção Coletiva […]

Federação Nacional dos Bancários se prontificou a responder reivindicações nos próximos dias

A Federação dos empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul participou hoje, 08, de novas negociações com a Federação Nacional dos Bancários (Fenaban).

Durante a videoconferência, o Comando Nacional cobrou dos bancos, que a Convenção Coletiva seja respeitada e que as alterações do artigo 224 inseridas na Medida Provisória 936, sobre a jornada de trabalho dos bancários, sejam retiradas.

A representação dos trabalhadores reivindicou a ultratividade da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria, que garante aos bancários os direitos da atual convenção até o final de 2020 ou, até que se realize um novo acordo, bem como a prorrogação da Convenção e dos Acordos até que seja assinado um novo. Outro assunto proposto aos bancos foi a volta das homologações de rescisões de contratos nos sindicatos e a resposta com relação à complementação salarial dos trabalhadores que receberam alta do tratamento de saúde pelo INSS, mas não têm condições para voltar ao trabalho.

“Nossa principal reivindicação foi com relação à MP 936, para que retirem a proposta que modifica a jornada, mantendo-a como está, sem alteração e desta forma, sem prejuízo aos trabalhadores até o final de 2021”, explica o secretário geral da Feeb, Reginaldo Breda.

A comissão de negociações da Fenaban por sua vez, se prontificou a dar respostas das reivindicações nos próximos dias.

 

Notícias Relacionadas

Financiários exigem fim de terceirizações e formalização do teletrabalho no setor

Movimento sindical também denunciou o aumento de contratações de correspondentes bancários, repassando os serviços para empresas que não cobrem os mesmos direitos reivindicados pela categoria Representantes dos trabalhadores financiários realizaram, nesta terça-feira (16), mais uma rodada da mesa de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), desta vez, para […]

Leia mais

COE Santander reitera defesa dos direitos dos empregados durante negociação com o banco

A garantia do emprego foi um dos principais temas reivindicados A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander deu início às negociações do acordo específico com o banco, na tarde desta terça-feira (16). A defesa dos direitos dos trabalhadores e a garantia do empregos foram os principais temas debatidos. O movimento sindical cobrou o […]

Leia mais

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Sindicatos filiados