Contrato Verde e Amarelo é revogado pelo Governo Federal

20.04.2020

Feeb defende que seja mantido aditivo assinado pelo Comando Nacional e Fenaban em dezembro de 2019 A Medida Provisória (MP) 905, que criava o Contrato de Trabalho Verde e Amarelo foi revogada hoje, 20, pelo presidente da república, Jair Bolsonaro, o anúncio foi feito por meio de rede social. A decisão foi adotada após líderes […]

Feeb defende que seja mantido aditivo assinado pelo Comando Nacional e Fenaban em dezembro de 2019

A Medida Provisória (MP) 905, que criava o Contrato de Trabalho Verde e Amarelo foi revogada hoje, 20, pelo presidente da república, Jair Bolsonaro, o anúncio foi feito por meio de rede social. A decisão foi adotada após líderes partidários no Senado fecharem acordo no último dia 17 para não votar a MP 905 nesta segunda-feira (20), prazo final de validade. Segundo o governo federal, será editada nova MP, com medidas específicas para o período de pandemia do coronavírus. “É possível adotar essa medida, pois a MP 905 foi editada em 2019 e sendo assim, não pode ser reeditada no mesmo ano legislativo”, explica Jeferson Boava, presidente da Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP MS).

Entenda a tramitação

Editada pelo governo federal no dia 11 de novembro do ano passado, a MP 905 foi aprovada pela Câmara dos Deputados no último dia 15, por 322 votos a favor, 153 votos contra e duas abstenções. Entre outros pontos, a MP 905 permitia a redução de tributos para empresas que contratassem jovens (primeiro emprego) e pessoas acima de 55 anos que estariam sem vínculo formal de emprego há mais de 12 meses, e retirava o pagamento da contribuição previdenciária pelas empresas.

A MP aprovada, também introduzia mudanças no mundo bancário, limitando a jornada de 6h/dia e 30h/semana apenas para quem exercesse exclusivamente a função de caixa e autorizava o trabalho aos sábados, domingos e feriados em atividades envolvidas no processo de automação bancária, teleatendimento, telemarketing, serviço de atendimento ao consumidor (SAC), serviços por canais digitais, atividades bancárias de caráter excepcional ou eventual e atividades bancárias em áreas de funcionamento diferenciado como feiras, exposições, shopping centers, aeroportos e terminais de ônibus, trem e metrô.

Aditivo protege categoria

Logo após a edição da MP 905, os sindicatos deflagraram movimento para barrar mudanças nos direitos da categoria. Depois de três rodadas de negociações, no dia 10 de dezembro do ano passado, o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) assinaram aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

Com vigência retroativa ao dia 12 de novembro de 2019 (um dia após a edição da citada MP) e válido até o dia 31 de dezembro deste ano, o aditivo estabelece que a jornada de trabalho do bancário é de 6h por dia, de segunda à sexta-feira, o trabalho aos sábados deve ser negociado com os sindicatos, assim como a Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

“É importante o movimento sindical à frente das negociações com uma participação ativa dos bancários, para que seja mantido o aditivo assinado, uma vez que ele neutraliza os danos da MP”, explica Boava.
 

Notícias Relacionadas

Chapa apoiada pelo Sindicato vence eleições Banesprev 2023

Todos os candidatos apoiados pelo Sindicato, Feeb SP/MS, Contraf-CUT, e demais entidades sindicais de todo o Brasil, entraram nas vagas de titulares e suplência. A chapa Em Defesa do Banesprev saiu vitoriosa do processo eleitoral para a Diretoria Administrativa, Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal e Comitê de Investimentos do plano. O Sindicato parabeniza aos eleitos, em […]

Leia mais

ELEITA COM 98,6% DOS VOTOS NOVA DIRETORIA DO SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE GUARATINGUETÁ

Foi eleita nessa última quinta-feira (21/09) a nova diretoria para o exercício de 2024-2028.Apuração foi acompanhada pelo presidente da Feeb SP/MS, David Zaia.  Bancários e Bancárias de Guaratinguetá e Região elegeram a chapa 1 do Sindicato (Com Inovação e Dedicação Faremos a Diferença!) com a expressiva aprovação de 98,6% dos votos válidos, em um pleito […]

Leia mais

COE debate emprego, remuneração, agências e segurança bancária com o Itaú

Reunião foi realizada nesta quarta-feira, na sede do banco, em São Paulo A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú se reuniu com a direção do banco, na última quarta-feira (20), para discutir demandas relacionadas ao emprego, remuneração, agências e segurança bancária. Na ocasião, a representação dos trabalhadores buscou compreender a estrutura organizacional e […]

Leia mais

Sindicatos filiados