Decisões do Senado garantem direitos dos trabalhadores e reforçam luta pelas empresas públicas e pela democracia

02.09.2021

MP 1045 é rejeitada por 47 a 27 e PDL 342 aprovada A Medida Provisória 1045, que promoveria a minirreforma trabalhista foi rejeitada ontem por 47 votos a 27 no Senado. Outra conquista celebrada ontem pelos trabalhadores foi a aprovação da PDL 342, que susta os efeitos da resolução 23 da Comissão Interministerial de Governança […]

MP 1045 é rejeitada por 47 a 27 e PDL 342 aprovada

A Medida Provisória 1045, que promoveria a minirreforma trabalhista foi rejeitada ontem por 47 votos a 27 no Senado. Outra conquista celebrada ontem pelos trabalhadores foi a aprovação da PDL 342, que susta os efeitos da resolução 23 da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União (CGPAR).

“As duas derrotas ao governo Bolsonaro demonstram o descontentamento com o governo genocida e que a sensatez da maioria em olhar para o trabalhador e impedir que ele seja ainda mais prejudicado do que já foi com as consequências da pandemia e do despreparo do atual governo nos dois últimos anos para o país”, destaca o secretário geral da Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, Reginaldo Breda.

O PDL não precisa de sanção do presidente, o que impede que nova tentativa de derrubada seja efetuada como a anterior realizada pelo presidente da Caixa Pedro Guimarães. A categoria também avalia de suma importância a rejeição da Medida Provisória, impedindo um retrocesso nos direitos trabalhistas.

Para o movimento sindical as duas conquistas reforçam a luta e a defesa da categoria pelas empresas públicas. Em especial pelos bancos públicos e pela democracia.

Entenda a MP 1045
A MP 1045/2021 foi editada em abril com o objetivo de instituir o Novo Programa Emergencial e Manutenção do emprego e da Renda. Após diversas alterações feitas por deputados, a proposta foi chamada de minirreforma trabalhista e trazia consequências avaliadas como drásticas aos trabalhadores, com a criação de novos regimes de contratação sem direitos a férias, 13º salário, carteira assinada, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e outros direitos. Um artigo inserido na Câmara atingia as categorias com jornada especial de trabalho, como os bancários e jornalistas. O texto foi rejeitado na noite desta quarta-feira, por 47 votos a 27.

Após a rejeição da MP pelo Senado, a MP 1.045/2021 será arquivada e os parlamentares terão que editar um decreto legislativo para disciplinar os efeitos jurídicos gerados durante a vigência da MP. O governo não poderá editar outra MP com o mesmo teor da que foi rejeitada nesta mesma legislatura.

PDL 342
Ao aprovar o PDL 342/2021, o Senado suspendeu os efeitos da resolução 23 de 2018, que estabelecia regras de custeio das empresas estatais federais sobre benefícios de assistência à saúde aos empregados, entre elas, a limitação da contribuição das empresas aos planos de saúde dos empregados que forem organizados sob a forma de autogestão. A aprovação não necessita de sanção presidencial, uma vez que trata-se de Projeto de Decreto Legislativo, cuja matéria vira lei assim que aprovada.

 

Notícias Relacionadas

Santander implementa teletrabalho em áreas administrativas

Modalidade é válida para áreas administrativas e contemplam eixo São Paulo e Rio de Janeiro O Santander anunciou que irá implementar o teletrabalho (home office). A modalidade é válida para bancários das áreas administrativas, lotados majoritariamente no eixo São Paulo e Rio de Janeiro, segundo as regras previstas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. As […]

Leia mais

Santander paga PLR e demais adicionais no dia 28 de fevereiro

Representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE/Santander) foram informados nesta terça-feira (01), sobre a data de pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). O valor será creditado no dia 28 deste mês. Junto com a PLR bancárias e bancários do Santander receberão os percentuais do Programa Próprio de Resultados do Santander (PPRS), do […]

Leia mais

Feeb SP/MS monta grupo de trabalho para discutir metas com Banco Itaú

Prazo para organização de grupos de representação se encerrou no último dia 31 Bancários representados pela Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul formalizaram o pedido junto ao banco para montagem de um grupo de trabalho para discussão de metas. De acordo com a cláusula 87 da Convenção Coletiva […]

Leia mais

Sindicatos filiados