Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência

21.09.2021

Regional: Sindicato dos Bancários de Piracicaba Segundo dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) de 2019, no setor bancário há cerca de 17,4 mil pessoas com deficiência, ou seja, apenas 3,4% da totalidade. Desses, 54% são homens e 46% são mulheres. Continuamos a cobrança para que os bancos cumpram as cotas de […]

Regional: Sindicato dos Bancários de Piracicaba

Segundo dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) de 2019, no setor bancário há cerca de 17,4 mil pessoas com deficiência, ou seja, apenas 3,4% da totalidade. Desses, 54% são homens e 46% são mulheres.

Continuamos a cobrança para que os bancos cumpram as cotas de contratação de acordo com a lei nº 8.213/91, que determina que empresas que tenham mais de 1000 empregados devem reservar 5% das vagas a PCDs. Mas também é preciso que os bancos deem condições de trabalho para que esses bancários possam cumprir suas funções.

De outro lado, O Sindban desenvolveu o projeto Bancário Eficiente que identificou inúmeros problemas de inclusão e acessibilidade nas agências e cobrou soluções, tanto para quem trabalha nas agências, quanto par aos clientes.

Esse projeto serviu de inspiração, por exemplo, para que a Câmara Municipal de Piracicaba criasse o seu projeto de inclusão.

Clientes PCDs – Este período de pandemia tem sido muito difícil para as pessoas com deficiência que precisam dos serviços bancários.

A maioria passou a ser atendida por aplicativos que não são acessíveis. Além disso, o horário exclusivo para pessoas com deficiência assim como idosos, são de uma hora. Mas os atendentes não estão aptos para o atendimento preferencial. Os bancos não proporcionam um atendimento de serviços essenciais inclusivo (funcionários que sabem libras, caixas eletrônicos com o áudio em funcionamento, caixas eletrônicos preferenciais rebaixados).

Caixa – A Caixa Econômica Federal está com inscrições abertas até o dia 27/9 para concurso público para o preenchimento de 1.100 vagas exclusivas para pessoas com deficiência (PCD).

Porém, a Caixa teve que corrigir o edital que exigia laudo com certificação digital. Agora a inscrição pode ser feita com relatório médico digitalizado.

As vagas exigem ensino médio completo com salários de R$ 3 mil para jornadas 30 horas semanais. Do total, 20% das vagas são destinadas a PCDs que sejam autodeclarados pretos ou pardos.

A Caixa não faz mais que a obrigação na tentativa de atender a legislação. Para se ter uma ideia, em 2014 ela realizou concurso público para a mesma finalidade, mas só convocou os bancários aprovados após decisão judicial. Esperamos que desta vez, os aprovados sejam convocados o mais rápido possível.

Notícias Relacionadas

Saúde, segurança, metas e violência contra as mulheres pautam reunião das Financeiras

Coletivo Nacional dos Financiários e Acrefi voltam à mesa de negociação pela Campanha Nacional 2024 Na tarde desta sexta-feira (19), o Coletivo Nacional dos Financiários da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) realizou mais uma rodada de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). A pauta do […]

Leia mais

Quarta mesa de negociação do BB discute diversidade e igualdade de oportunidades

Para Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), Banco do Brasil deu sinais de avanços importantes na reunião Na manhã desta sexta-feira (19), em São Paulo, foi realizada a quarta mesa de negociação específica da Campanha Nacional 2024 para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do Banco do Brasil. A pauta principal […]

Leia mais

CEE Caixa realiza nova rodada de negociações focada em diversidade e igualdade de oportunidades

Além de diversidade e igualdade, foram discutidos temas como FUNCEF, escala de férias, telefone celular e escola inclusiva A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa Econômica Federal conduziu nesta sexta-feira (19) mais uma mesa de negociação para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos empregados da instituição. O tema central da discussão […]

Leia mais

Sindicatos filiados