Dia Nacional em memória das vítimas de acidentes e doenças do trabalho

28.04.2021

Nesta quarta-feira (28) é o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. A data foi escolhida dia 28 de abril por causa de um acidente que vitimou 78 trabalhadores numa mina nos Estados Unidos em 1969. De acordo com a legislação 8.213/91, o Acidente de Trabalho é o que ocorre […]

Nesta quarta-feira (28) é o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho.

A data foi escolhida dia 28 de abril por causa de um acidente que vitimou 78 trabalhadores numa mina nos Estados Unidos em 1969.

De acordo com a legislação 8.213/91, o Acidente de Trabalho é o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte ou a perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho.

Dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança no Trabalho, a cada 49 segundos ocorre um acidente de trabalho no Brasil, país que ocupa o 4º lugar mundial no ranking de acidentes laborais e detalhe: os números representam apenas os trabalhadores com carteira assinada, sem contar os informais.

No ramo financeiro o último anuário estatístico do INSS de 2019 contabilizou 5.158 acidentes de trabalho ocorridos em bancos múltiplos com carteira comercial. As principais causas de adoecimento dos bancários são os transtornos mentais e as lesões por esforços repetitivos, porém devido a pandemia do novo coronavírus, a infecção tornou-se o principal motivo de afastamento.

Papel dos sindicatos durante a Pandemia
Os sindicatos se mobilizaram rápido e um dia após a OMS decretar a pandemia já protocolaram ofício à Fenaban exigindo providências para impedir a disseminação da doença. Desde então em negociações com a Fenaban ou por bancos, os sindicatos conquistaram protocolos de prevenção à contaminação nos locais de trabalho, redução do horário de atendimento, testagem dos empregados, quarentena das pessoas do grupo de risco, trabalho home office e a garantia de emprego que os bancos romperam após alguns meses.  “Temos buscado constantes soluções e cobrando a implementação dos protocolos de isolamento de trabalhadores e sanitização nas agências em caso de contaminação. Nossa urgência agora é a vacina, para isso temos buscado apoio de parlamentares para o fortalecimento da pauta e inclusão da categoria bancária no Plano Nacional de Imunização, já que a atividade bancária é considerada essencial”, explica Gustavo Frias, diretor da Feeb SP/MS na Mesa Temática de Saúde.

A orientação da Feeb SP/MS é para que bancários (as) acometidos por doença ou acidente de trabalho busquem auxilio da sua base sindical o mais cedo possível. "Entre o afastamento do trabalho até a perícia no INSS existem muitos detalhes que se bem orientados podem garantir direitos”, conclui. 

Notícias Relacionadas

SANTANDER: Banco anuncia avanços em reunião com representantes dos funcionários

Negociações com a COE avança em medidas de benefício e capacitação O Santander anunciou nesta quinta-feira (22), durante a reunião com representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE) Santander, avanços em medidas que beneficiam os funcionários. O encontro ocorreu em formato híbrido e contou com a participação de representantes dos funcionários e do banco. […]

Leia mais

BB prioriza diversidade na expansão das Gepes

Mulheres, negros, indígenas e PcDs terão prioridade no programa que irá dobrar a rede de Gestão de Pessoas O Banco do Brasil anunciou, nesta quarta-feira (21), um programa de expansão da rede de Gestão de Pessoas (Gepes). Durante a reunião com membros da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), o banco […]

Leia mais

COE do Bradesco discute reestruturação no banco

 Sindicato expressa preocupação com direção futura da instituição financeira A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco se reuniu na última terça-feira (20), na sede da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em São Paulo, para discutir a reestruturação anunciada pelo novo presidente do banco, Marcelo Noronha, em 7 de fevereiro, sem […]

Leia mais

Sindicatos filiados