Federação integra ação que cobra do BB na justiça a incorporação de função

21.06.2017

Baseando-se na argumentação da Súmula 372 do TST, as entidades de representação dos trabalhadores ingressaram com ação no Tribunal Regional do Trabalho 10ª Região; Primeira audiência será dia 11 de julho A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS), juntamente com outras entidades representativas está integrando a ação na justiça […]


Baseando-se na argumentação da Súmula 372 do TST, as entidades de representação dos trabalhadores ingressaram com ação no Tribunal Regional do Trabalho 10ª Região; Primeira audiência será dia 11 de julho

A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS), juntamente com outras entidades representativas está integrando a ação na justiça contra o Banco do Brasil, exigindo a incorporação de função para os trabalhadores que tiveram o salário reduzido pela reestruturação em curso no BB e que tenha exercido função comissionada ou gratificada por mais de dez anos.

A Ação Civil Pública baseia-se na Súmula 372, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que estabelece o seguinte: “percebida a gratificação de função por dez ou mais anos pelo empregado, se o empregador, sem justo motivo, revertê-lo a seu cargo efetivo, não poderá retirar-lhe a gratificação tendo em vista o principio da estabilidade financeira”. A súmula também afirma: “mantido o empregado no exercício da função comissionada, não pode o empregador reduzir o valor da gratificação”.

“A demanda vem sendo exigida desde o início da reestruturação tanto nas mesas de negociação, como nas audiências mediadas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), em Brasília, porém, sem sucesso. A perspectiva é que a ação judicial obrigue o banco a acatar essa medida tão importante para proteção dos funcionários vítimas da reestruturação e dos descomissionamentos”, avalia Maria do Carmo Peggau, representante da FEBB-SP/MS na Comissão de Empresa do Banco do Brasil (CEBB).

Aberta no Tribunal Regional do Trabalho 10ª Região em Brasília, ação civil corre sob o número 0000695-06.2017.5. 10.0017 e pode ser consultada via internet (https://pje.trt10.jus.br/consultaprocessual/pages/consultas/CaptchaProcesso.seam?num_pje=226050&grau_pje=1&dt_autuacao=&cid=1305611)

Audiência

A primeira audiência está marcada para o dia 11 de julho, na 17ª Vara do Trabalho de Brasília.
 

Notícias Relacionadas

Santander implementa teletrabalho em áreas administrativas

Modalidade é válida para áreas administrativas e contemplam eixo São Paulo e Rio de Janeiro O Santander anunciou que irá implementar o teletrabalho (home office). A modalidade é válida para bancários das áreas administrativas, lotados majoritariamente no eixo São Paulo e Rio de Janeiro, segundo as regras previstas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. As […]

Leia mais

Santander paga PLR e demais adicionais no dia 28 de fevereiro

Representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE/Santander) foram informados nesta terça-feira (01), sobre a data de pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). O valor será creditado no dia 28 deste mês. Junto com a PLR bancárias e bancários do Santander receberão os percentuais do Programa Próprio de Resultados do Santander (PPRS), do […]

Leia mais

Feeb SP/MS monta grupo de trabalho para discutir metas com Banco Itaú

Prazo para organização de grupos de representação se encerrou no último dia 31 Bancários representados pela Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul formalizaram o pedido junto ao banco para montagem de um grupo de trabalho para discussão de metas. De acordo com a cláusula 87 da Convenção Coletiva […]

Leia mais

Sindicatos filiados