Federação participa da 18ª Conferência Nacional dos Bancários, que irá definir as prioridades da categoria para a Campanha Salarial 2016

20.07.2016

Inicia no próximo dia 29 (sexta-feira) e segue até 31 de julho (domingo), a 18ª Conferência Nacional dos Bancários, na qual os dirigentes sindicais irão definir as prioridades para a Campanha Salarial Nacional 2016. O evento acontece no Hotel Holiday Inn Parque Anhembi, em São Paulo. Durante a Conferência Nacional, que constitui o fórum máximo […]

Inicia no próximo dia 29 (sexta-feira) e segue até 31 de julho (domingo), a 18ª Conferência Nacional dos Bancários, na qual os dirigentes sindicais irão definir as prioridades para a Campanha Salarial Nacional 2016. O evento acontece no Hotel Holiday Inn Parque Anhembi, em São Paulo.

Durante a Conferência Nacional, que constitui o fórum máximo de decisão da categoria, serão discutidas e votadas as propostas apresentadas pelas entidades de representação, aprovadas em suas conferências estaduais ou interestaduais. A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) irá apresentar as proposições aprovadas na sua Conferência Interestadual realizada no final do mês passado em Itanhaém (veja aqui) e contará com 54 delegados.

Entre as propostas enviadas pela Federação à Conferência Nacional, estão reajuste de 5% (mais reposição da inflação no período de setembro de 2015 a agosto deste ano), fim das demissões, combate à terceirização, fim do assédio moral e das metas abusivas. No quesito segurança, estão a proibição da guarda das chaves e acionadores de alarmes pelos funcionários, entre outras medidas.

Os dirigentes da base da Federação integrarão as discussões e defenderão as propostas a partir dos seguintes grupos: G1 – Emprego, G2 – Saúde do Trabalhador, Segurança Bancária e Condições de Trabalho, G3 – Remuneração e G4 – Estratégias para a Organização da Luta e Disputa da Sociedade.

Minuta de reivindicações

Os eixos aprovados na 18ª Conferência Nacional dos Bancários darão origem à Minuta de reivindicações da categoria que será apresentada à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), entidade de representação patronal, e também ao processo de negociação.

 

Notícias Relacionadas

Financiários exigem fim de terceirizações e formalização do teletrabalho no setor

Movimento sindical também denunciou o aumento de contratações de correspondentes bancários, repassando os serviços para empresas que não cobrem os mesmos direitos reivindicados pela categoria Representantes dos trabalhadores financiários realizaram, nesta terça-feira (16), mais uma rodada da mesa de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), desta vez, para […]

Leia mais

COE Santander reitera defesa dos direitos dos empregados durante negociação com o banco

A garantia do emprego foi um dos principais temas reivindicados A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander deu início às negociações do acordo específico com o banco, na tarde desta terça-feira (16). A defesa dos direitos dos trabalhadores e a garantia do empregos foram os principais temas debatidos. O movimento sindical cobrou o […]

Leia mais

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Sindicatos filiados