Federação participa da entrega da minuta de reivindicações ao Bradesco. Emprego é a principal prioridade

10.06.2016

Na tarde da última quinta-feira (09), a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) participou da entrega da minuta de reivindicações específica dos trabalhadores do Bradesco para a Campanha Salarial dos Bancários 2016/2017, na sede do banco, no bairro Cidade de Deus, em Osasco.  De acordo com Lourival Rodrigues, representante […]


Na tarde da última quinta-feira (09), a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) participou da entrega da minuta de reivindicações específica dos trabalhadores do Bradesco para a Campanha Salarial dos Bancários 2016/2017, na sede do banco, no bairro Cidade de Deus, em Osasco.

 De acordo com Lourival Rodrigues, representante da Federação na COE Bradesco, a palavra que dominou as discussões foi: emprego. Preocupados com a situação dos funcionários com a concretização da venda dos ativos do HSBC Brasil, aprovada pelo CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), na última quarta-feira (08), os representantes dos trabalhadores exigiram explicações sobre o número de demissões que vem ocorrendo e cobraram garantias de manutenção do emprego.

Em um ano, o Bradesco eliminou 3.581 postos de trabalho, no período de março de 2015 a março de 2016. Entre dezembro de 2015 a março deste ano, 1.466 vagas de trabalho já foram extintas.

A diretoria do banco, por sua vez, alegou que as demissões ocorridas não foram por reestruturação ou em função da aquisição do HSBC, mas por desempenho e garantiu que a compra do banco inglês não acarretará novas demissões.

Outros temas prioritários da minuta entregue ontem foram: Fim do assédio moral e das metas abusivas, Implantação do Plano de Carreira, Cargos e Salario – PCCS, Remuneração Total, Auxílio Educacional, Melhorias no Plano de Saúde, Garantia dos direitos dos funcionários lesionados, que tenham passado por sequestro, afastados do trabalho, e ou quando do seu retorno e construção de programa de retorno ao trabalho,
Parcelamento do desconto do adiantamento do salário de férias, Incentivo a diversidade cultural: Vale cultura, Investimento na segurança dos bancários e clientes, Plano de previdência complementar, entre outros.

“Cobramos ainda do banco mais clareza e transparência nas negociações, pois não dá para ficarmos levando demandas e eles não apresentarem resposta. Sobre emprego, o banco reforçou que as demissões não foram por reestruturação ou pela aquisição do HSBC e sim por desempenho ou performance, mas os números de demitidos mostram outra realidade”, declarou Rodrigues.
 


Próxima reunião

Nova rodada de reunião foi agendada para o próximo dia 22/06 para discutir os 27 pontos da minuta entregue ao Bradesco e também a questão das demissões, na qual o banco ficou de apresentar dados. Também a COE Bradesco irá convocar Dia Nacional de Luta em defesa do emprego, com data ainda a definir.

Confira abaixo, os 27 temas da pauta de reivindicações:

1) Emprego 

2) Fim do assédio moral e das metas abusivas 

3) Implantação do Plano de Carreira, Cargos e Salario – PCCS

4) Remuneração Total

5) Auxílio Educacional 

6) Melhorias no Plano de Saúde 

7) Garantia dos direitos dos funcionários lesionados, que tenham passado por sequestro, afastados do trabalho, e ou quando do seu retorno e construção de programa de retorno ao trabalho 

8) Parcelamento do desconto do adiantamento do salário de férias 

9) Incentivo a diversidade cultural: Vale cultura 

10) Investir na segurança dos bancários e clientes 

11) Plano de previdência complementar 

12) Programa Treinet no horário de trabalho e sem pressão 

13) Igualdade de oportunidade 

14) Livre acesso do dirigente sindical aos locais de trabalho 

15) Respeito ao direito de greve 

16) Reembolso de gastos extraordinários atividade de trabalho 

17) Licença paternidade de 20 dias 

18) Licença adoção 

19) Estabilidades provisórias de emprego decorrente de adoção 

20) Licença para acompanhar pessoas enferma da família – LAPEF

21) Auxílio filhos com deficiência 

22) Abono de ausências aos empregados com deficiência 

23) Tempo de serviço – reconhecimento 

24) Respeitar direito de identidade visual e cultural 

25) Vale Refeição e Vale Alimentação 

26) Liberação da gravata em Agências, Departamentos e Call Center

27) Taxa de crédito 

Com informações da Contraf-CUT

 

Notícias Relacionadas

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Financiários cobram igualdade salarial e de oportunidades para mulheres e negros no setor

Com base em levantamento do Dieese, trabalhadores e trabalhadoras mostraram distorções salariais de gênero e raça Representantes dos financiários, no movimento sindical, se reuniram, nesta sexta-feira (12), com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), para cobrar igualdade de oportunidades no setor. O encontro faz parte das negociações da Campanha Nacional […]

Leia mais

Nota da Feeb SP/MS sobre a destituição de gerentes da Caixa Asset

A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) manifesta sua profunda preocupação com a recente destituição de três gerentes da Caixa Asset, subsidiária da Caixa Econômica Federal responsável pela gestão de ativos. Esses gerentes foram removidos de seus cargos após recusarem-se a aprovar uma operação de […]

Leia mais

Sindicatos filiados