Feeb SP/MS participa de ato em frente ao “Banespão” em SP

22.11.2023

Ato na capital reuniu banespianos em ato simbólico em prol dos fundos de pensão dos trabalhadores. Banespianos de todo o estado de São Paulo estiveram reunidos na manhã terça-feira (21/11) em frente ao antigo prédio do Banespão, atualmente conhecido como Farol Santander, na capital, para ato simbólico que recordou os 23 anos da venda do […]

Ato na capital reuniu banespianos em ato simbólico em prol dos fundos de pensão dos trabalhadores.

Banespianos de todo o estado de São Paulo estiveram reunidos na manhã terça-feira (21/11) em frente ao antigo prédio do Banespão, atualmente conhecido como Farol Santander, na capital, para ato simbólico que recordou os 23 anos da venda do Banespa ao Santander.

O evento serviu para denunciar as inúmeras tentativas do Santander para retirar o patrocínio dos planos de aposentadoria dos funcionários do ex-Banespa. O objetivo é reforçar a resistência e manter direitos duramente conquistados.

Ana Stela Alves de Lima durante o ato nesta terça-feira.

A vice-presidente do Sindicato dos Bancários de Campinas representou a Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) no ato e discursou sobre a importância da união da categoria em todos estes anos. “Não perdemos nenhum direito nesses 23 anos justamente por nos mantermos unidos. Portanto somos vitoriosos”, disse Ana Stela.

De acordo cm a representante, o ato reuniu uma grande representatividade da categoria.

“Foi um ato lindo que reuniu uma grande quantidade de pessoas e que, como eu disse, extrapola a nossa luta pelo fundo de previdência do Banesprev. Para mim, é também uma forma de dizer que toda previdência complementar é importante não só para quem recebe ,mas para a economia do País. Devemos sim lutar pelos direitos de todos”, defende.

Maria Rosani, presidenta da Afubesp, associação que luta em defesa dos empregos e direitos dos funcionários da ativa e aposentados do Grupo Santander Banespa, Banesprev e Cabesp, criticou o Santander por querer apagar os aposentados do Banespa e suas famílias que dependem dos benefícios para manter suas vidas.

“O Banesprev, que outrora era assegurado por 18 meses no pós-privatização, foi motivo de muita luta e suor para sua manutenção até agora – e uma aposentadoria tranquila é um direito dos participantes. Nós não aceitaremos mais nenhuma privatização e nenhum direito a menos”.

Também estiveram presentes representantes da categoria pelos Sindicatos dos Bancários de Franca e Campinas.

Entenda

No último dia 10/11, audiência pública realizada pela Comissão de Trabalho da Câmara dos Deputados, na sede da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), debateu sobre retirada o patrocínio de planos de fundos de pensão, especialmente no setor elétrico e no Banesprev.

Via Zoom, o superintendente da Previc Ricardo Pena, revelou inúmeros pedidos das empresas em retirar o patrocínio de fundos de pensão nos últimos anos (começando junto com a pandemia de covid-19).

Em 2023, foram recebidos pela Previc 103 pedidos de retirada de patrocínio, sendo que 58 já foram aprovados. “O Santander tem seis pedidos de retirada de patrocínio, envolvendo quase 20 mil participantes, assistidos e pensionistas, no montante de R$ 8,36 bilhões”, disse o superintendente na ocasião.

Para o movimento sindical, a postura do banco não corresponde com o cenário de lucro obtido no País nos últimos anos, o que reforça o descaso com os trabalhadores, suas famílias e com o cenário econômico do país.

Com informações: Contraf Cut, Sindicato dos Bancários de Campinas, edição Feeb SP/MS.

Notícias Relacionadas

SANTANDER: Banco anuncia avanços em reunião com representantes dos funcionários

Negociações com a COE avança em medidas de benefício e capacitação O Santander anunciou nesta quinta-feira (22), durante a reunião com representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE) Santander, avanços em medidas que beneficiam os funcionários. O encontro ocorreu em formato híbrido e contou com a participação de representantes dos funcionários e do banco. […]

Leia mais

BB prioriza diversidade na expansão das Gepes

Mulheres, negros, indígenas e PcDs terão prioridade no programa que irá dobrar a rede de Gestão de Pessoas O Banco do Brasil anunciou, nesta quarta-feira (21), um programa de expansão da rede de Gestão de Pessoas (Gepes). Durante a reunião com membros da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), o banco […]

Leia mais

COE do Bradesco discute reestruturação no banco

 Sindicato expressa preocupação com direção futura da instituição financeira A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco se reuniu na última terça-feira (20), na sede da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em São Paulo, para discutir a reestruturação anunciada pelo novo presidente do banco, Marcelo Noronha, em 7 de fevereiro, sem […]

Leia mais

Sindicatos filiados