Feijão, manteiga e leite elevam o custo da cesta básica

06.07.2016

Os dados são da Pesquisa Nacional da Cesta Básica e Alimentos, referente ao mês de junho, realizada mensalmente pelo DIEESE. Em junho, o custo de conjunto de alimentos básicos aumentou em 26 das 27 capitais brasileiras pesquisadas mensalmente. A capital que registrou o maior custo para a cesta foi São Paulo (R$ 469,02), seguida de […]

Os dados são da Pesquisa Nacional da Cesta Básica e Alimentos, referente ao mês de junho, realizada mensalmente pelo DIEESE. Em junho, o custo de conjunto de alimentos básicos aumentou em 26 das 27 capitais brasileiras pesquisadas mensalmente.

A capital que registrou o maior custo para a cesta foi São Paulo (R$ 469,02), seguida de Porto Alegre (R$ 465,03) e Florianópolis (R$ 463,24). Os menores valores médios foram observados em Natal (R$ 352,12) e Rio Branco (R$ 358,88).

O salário mínimo necessário, em junho, deveria equivaler a R$ 3.940,24, ou 4,48 vezes mais do que o mínimo de R$ 880,00. O valor é estimado mensalmente com base na cesta básica mais cara e levando em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para suprir as despesas de um trabalhador e da família dele com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência.

Fonte: DIEESE

Para acessar a pesquisa, clique aqui.

Notícias Relacionadas

Semana reforçou a conscientização sobre o combate às LER/Dort

A data chama atenção para duas doenças que têm relação direta com o trabalho e que atingem milhões de brasileiros Nesta semana, no dia 28 de fevereiro (última quarta-feira) foi o Dia Mundial de combate às Lesões por Esforços Repetitivos (LER) e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (Dort). A data foi escolhida pela Organização Internacional […]

Leia mais

COE e Itaú discutem revisões nos programas de remuneração

Durante a reunião foram apresentadas modificações nos programas. O movimento sindical deve elaborar contraproposta em breve  A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú realizou nesta quinta-feira (28), em São Paulo, uma reunião com a direção do banco para debater questões relacionadas à remuneração dos funcionários. Durante o encontro, o banco apresentou alterações nos […]

Leia mais

Trabalhadores discutem futuro da Fundação Itaú-Unibanco

Em seminário promovido pela Contraf-CUT e COE Itaú trabalhadores debateram caminhos para aumentar representatividade na gestão do fundo de pensão Trabalhadoras e trabalhadores associados à Fundação Itaú-Unibanco se reuniram, nesta quinta-feira (29), em um seminário organizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e pela Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú, […]

Leia mais

Sindicatos filiados