Folha destaca luta e militância de Fred Pessoa no PCB contra a ditadura

15.12.2016

FREDERICO PESSOA DA SILVA (1949-2016) Mortes: Torturado, teve vida marcada pela ditadura THIAGO AMÂNCIO – FOLHA DE S. PAULO Até o fim da vida, Frederico Pessoa precisou tomar remédios para dormir e também para se manter acordado. A tortura a que foi submetido durante a ditadura militar nunca o deixou em paz. Veja a matéria […]

FREDERICO PESSOA DA SILVA (1949-2016)

Mortes: Torturado, teve vida marcada pela ditadura

THIAGO AMÂNCIO – FOLHA DE S. PAULO

Até o fim da vida, Frederico Pessoa precisou tomar remédios para dormir e também para se manter acordado. A tortura a que foi submetido durante a ditadura militar nunca o deixou em paz.

Veja a matéria no site do jornal

Nascido no Recife, começou a militar logo cedo e, quando mudou-se para o Rio de Janeiro, aos 12, já era membro do Partido Comunista – seu pai, Zé Raymundo, foi um importante líder do Partidão.

Estudou na Escola de Quadros do Partido Comunista da União Soviética no começo dos anos 1970, em Moscou.

Tentou voltar ao Brasil pela fronteira com o Uruguai, mas deparou-se com a divisa fechada. Sem saber o que fazer, bolou um plano: diria que era um estudante que foi a uma festa na Argentina e perdeu os documentos. Para isso, passou dias em bordeis de Buenos Aires. Os militares foram checar a história e acreditaram quando prostitutas portenhas confirmaram que o conheciam.

Para evitar a prisão, recorreu a diferentes codinomes ao longo da vida, como Fernando e Fábio. Mas foi pego em 1975 e preso no Dops. Não bastasse ser torturado, ainda viu a mulher, Eleonora, ser abusada na sua frente –cena que nunca esqueceu.

Ficou dois anos preso. Libertado, passou a atuar como jornalista em sindicatos. Conheceu a segunda esposa em 1985, durante uma manifestação na Cinelândia, no Rio. Era Mércia Pinto Vinhas, que também estudara em Moscou. Com ela, teve Cecília, sua única filha.

Fred morreu no último dia 4, após quatro meses de luta contra um câncer. Deixa, além da filha, enteados, netos e inúmeros amigos.

Fonte: PPS – Portal Nacional
 

Notícias Relacionadas

Saúde, segurança, metas e violência contra as mulheres pautam reunião das Financeiras

Coletivo Nacional dos Financiários e Acrefi voltam à mesa de negociação pela Campanha Nacional 2024 Na tarde desta sexta-feira (19), o Coletivo Nacional dos Financiários da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) realizou mais uma rodada de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). A pauta do […]

Leia mais

Quarta mesa de negociação do BB discute diversidade e igualdade de oportunidades

Para Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), Banco do Brasil deu sinais de avanços importantes na reunião Na manhã desta sexta-feira (19), em São Paulo, foi realizada a quarta mesa de negociação específica da Campanha Nacional 2024 para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do Banco do Brasil. A pauta principal […]

Leia mais

CEE Caixa realiza nova rodada de negociações focada em diversidade e igualdade de oportunidades

Além de diversidade e igualdade, foram discutidos temas como FUNCEF, escala de férias, telefone celular e escola inclusiva A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa Econômica Federal conduziu nesta sexta-feira (19) mais uma mesa de negociação para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos empregados da instituição. O tema central da discussão […]

Leia mais

Sindicatos filiados