Governo deve confirmar manutenção da Caixa Federal como pública, exigem sindicatos

12.03.2015

Os sindicatos querem que o governo federal faça um pronunciamento oficial sobre a manutenção da Caixa Federal como banco público. Inclusive o Comitê Nacional em Defesa da Caixa 100% pública, em recente reunião, decidiu solicitar audiência com a presidente da Caixa Federal. A cobrança dos sindicatos visa confirmar a notícia veiculada pelo jornal Valor (edição […]

Os sindicatos querem que o governo federal faça um pronunciamento oficial sobre a manutenção da Caixa Federal como banco público. Inclusive o Comitê Nacional em Defesa da Caixa 100% pública, em recente reunião, decidiu solicitar audiência com a presidente da Caixa Federal. A cobrança dos sindicatos visa confirmar a notícia veiculada pelo jornal Valor (edição dos 7, 8 e 9 deste mês de março), intitulada “Caixa não vai mais abrir capital”. Segundo o citado jornal, o governo desistiu de abrir o capital da Caixa Federal, como anunciado pelo presidente da República no final de 2014, limitando-se apenas a Caixa Seguros. A seguradora, de acordo com o jornal Valor, “mantém sociedade com a francesa CNP Assurances, que detém o controle, com 51,75% do capital. Os 48,2% restantes pertencem à Caixa, que poderá ofertar parte desse valor ao mercado”.

Para o presidente do Sindicato, Jeferson Boava, a luta dos empregados permanece na pauta de mobilização. “Queremos que o governo se pronuncie oficialmente e esclareça de forma cabal”. Jeferson destaca que o movimento sindical bancário e os empregados devem atentar ainda “para as recentes medidas adotadas pela Caixa Federal, que sinalizam a opção pela abertura de capital; entre elas, o recém-lançado PAA (Plano de Apoio à Aposentadoria), o novo GDP (Gestão de Desempenho de Pessoas) e cancelamento do PSI (Processo de Seleção Interna”).

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de Campinas e Região

Notícias Relacionadas

Campanha Nacional: Combate ao Assédio Moral volta a ser negociado com Federação Nacional dos Bancos (Fenaban)

Bancos negam que causa de adoecimento está relacionada à cobrança de metas O Comando Nacional dos Bancários se reuniu com a Federação Nacional dos Bancos nesta segunda-feira (15), para mais uma negociação. O combate ao assédio moral foi novamente tema do debate. Apesar de mais uma vez os bancos negarem que a causa do adoecimento […]

Leia mais

CEBB negocia com o banco cláusulas econômicas e representação sindical

Ao término da negociação, bancários leram manifesto pela democracia Bancários do Banco do Brasil se reuniram nesta sexta-feira (12) com o banco para mais uma negociação da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico dos trabalhadores do Banco do Brasil e do aditivo à […]

Leia mais

Federação dos Bancários orienta Sindicatos para realização de lives na próxima semana

Objetivo é promover o dialogo com a categoria e fortalecer pautas de luta na Campanha Nacional Conforme orientação do Comando Nacional, todo o movimento sindical deve dialogar com a categoria na próxima semana. A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, reforça o pedido para os seus 23 sindicatos filiados, para […]

Leia mais

Sindicatos filiados