GT de saúde do Itaú discute Programa de Readaptação ao Trabalho

07.04.2017

Na última quinta-feira (06), representantes dos trabalhadores e do Itaú Unibanco se reuniram na sede da FETEC-SP, em São Paulo para dar andamento às discussões do Grupo de Trabalho bipartite de Saúde. Questões envolvendo afastamento e retorno ao trabalho foram os principais temas abordados. O diretor da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato […]

Na última quinta-feira (06), representantes dos trabalhadores e do Itaú Unibanco se reuniram na sede da FETEC-SP, em São Paulo para dar andamento às discussões do Grupo de Trabalho bipartite de Saúde. Questões envolvendo afastamento e retorno ao trabalho foram os principais temas abordados. O diretor da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS), Walmir Gomes representou a entidade.

O Programa de Readaptação ao Trabalho foi um dos assuntos discutidos pelo GT. Os representantes dos trabalhadores questionaram o banco a respeito do funcionamento do programa, que foi implantado de forma unilateral, sem a participação dos sindicatos e possui uma série de distorções e fragilidades, fazendo a readaptação do funcionário de forma inapropriada, sem o devido preparo por parte dos gestores, ocasionando discriminações e assédio moral contra o trabalhador em retorno pós-afastamento. 

O banco discorda da situação apresentada pelos sindicatos, mas ficou acertado que o movimento sindical irá apresentar propostas para o programa até dia 19/04. 

Retorno pós licença-maternidade

O banco informou também que implementou um programa para o retorno das mães após período de licença maternidade, o Programa de Acolhimento às Mães, para cuidar dos aspectos psicológicos inerentes ao retorno desta mãe ao ambiente de trabalho.
A próxima reunião, agendada para o dia 03 de maio.
 

Notícias Relacionadas

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Financiários cobram igualdade salarial e de oportunidades para mulheres e negros no setor

Com base em levantamento do Dieese, trabalhadores e trabalhadoras mostraram distorções salariais de gênero e raça Representantes dos financiários, no movimento sindical, se reuniram, nesta sexta-feira (12), com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), para cobrar igualdade de oportunidades no setor. O encontro faz parte das negociações da Campanha Nacional […]

Leia mais

Nota da Feeb SP/MS sobre a destituição de gerentes da Caixa Asset

A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) manifesta sua profunda preocupação com a recente destituição de três gerentes da Caixa Asset, subsidiária da Caixa Econômica Federal responsável pela gestão de ativos. Esses gerentes foram removidos de seus cargos após recusarem-se a aprovar uma operação de […]

Leia mais

Sindicatos filiados