Justiça manda Itaú reinstalar porta de segurança e serviço de vigilante na agência Botafogo, em Campinas

30.05.2014

A juíza Roberta Confetti Gastsios Amstalden, da 4ª Vara do Trabalho de Campinas, concedeu hoje (29) antecipação de tutela em ação ingressada pelo Sindicato dos Bancários daquela cidade, determinando que o Itaú reinstale porta de segurança com dispositivo detector de metais e reative o serviço de vigilantes na agência Botafogo (Avenida Barão de Itapura), em […]

A juíza Roberta Confetti Gastsios Amstalden, da 4ª Vara do Trabalho de Campinas, concedeu hoje (29) antecipação de tutela em ação ingressada pelo Sindicato dos Bancários daquela cidade, determinando que o Itaú reinstale porta de segurança com dispositivo detector de metais e reative o serviço de vigilantes na agência Botafogo (Avenida Barão de Itapura), em Campinas, transformada recentemente em Agência de Negócios, no prazo de 20 dias. Em sua sentença, a juíza estabelece multa de R$ 50 mil por dia, a ser revertida ao Centro Corsini de Campinas, caso o Itaú descumpra a determinação no prazo estabelecido.

A decisão do Itaú em retirar porta de segurança da denominada agência de negócios Botafogo desrespeita a lei municipal nº 7.605 (de 09/09/1993) e a suspensão do serviço de vigilante fere a lei federal nº 7.102, que trata da segurança em estabelecimentos financeiros e do serviço de vigilância.

A ação do Sindicato na Justiça busca a reinstalação de portas de segurança e serviços de vigilantes em todas as unidades transformadas em agências de negócios, incluindo a Fórum (localizada na esquina das avenidas Francisco Glicério e Campos Salles, em Campinas) e a localizada em Itapira (agência Bernardino de Campos). Para o vice-presidente do Sindicato, Mauri Sérgio, a decisão judicial representa um importante passo. “Uma vitória. Porém, vamos continuar na luta até o Itaú cumprir a legislação sobre segurança, protegendo assim a vida de clientes, usuários e funcionários”.

Dado: Em todo o país, já foram implantadas 200 agências de negócios e mais 150 estão em fase de planejamento.

jairo Gimenez – Seeb Campinas 

Notícias Relacionadas

Saúde, segurança, metas e violência contra as mulheres pautam reunião das Financeiras

Coletivo Nacional dos Financiários e Acrefi voltam à mesa de negociação pela Campanha Nacional 2024 Na tarde desta sexta-feira (19), o Coletivo Nacional dos Financiários da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) realizou mais uma rodada de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). A pauta do […]

Leia mais

Quarta mesa de negociação do BB discute diversidade e igualdade de oportunidades

Para Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), Banco do Brasil deu sinais de avanços importantes na reunião Na manhã desta sexta-feira (19), em São Paulo, foi realizada a quarta mesa de negociação específica da Campanha Nacional 2024 para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do Banco do Brasil. A pauta principal […]

Leia mais

CEE Caixa realiza nova rodada de negociações focada em diversidade e igualdade de oportunidades

Além de diversidade e igualdade, foram discutidos temas como FUNCEF, escala de férias, telefone celular e escola inclusiva A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa Econômica Federal conduziu nesta sexta-feira (19) mais uma mesa de negociação para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos empregados da instituição. O tema central da discussão […]

Leia mais

Sindicatos filiados