Lucro do Bradesco cresce 58,5% fechando agências e demitindo na pandemia

08.11.2021

Lucro do Bradesco cresce 58,5% fechando agências e demitindo na pandemia O Bradesco superou até mesmo as previsões do mercado e teve um crescimento de 58,5% no lucro na base anual. O lucro líquido contábil foi de R$ 6,648 bilhões “O fechamento de agências, demissões em massa de funcionários e a pressão por metas foram […]

Lucro do Bradesco cresce 58,5% fechando agências e demitindo na pandemia

O Bradesco superou até mesmo as previsões do mercado e teve um crescimento de 58,5% no lucro na base anual. O lucro líquido contábil foi de R$ 6,648 bilhões

“O fechamento de agências, demissões em massa de funcionários e a pressão por metas foram as práticas para obter lucro. O movimento sindical fez paralisações e vai continuar denunciando essas práticas, todos saem prejudicados sejam os trabalhadores, clientes e usuários por esta política desumana do banco”, ressalta Roger Gonçalves, dirigente do Sindicato dos Bancários de Santos e Região e funcionário do Bradesco.

O Bradesco registrou lucro líquido contábil de R$ 6,648 bilhões no terceiro trimestre de 2021, um crescimento de 58,5% na comparação com o mesmo período do ano passado (R$ 4,194 bilhões).

No segundo trimestre, o Bradesco teve ganhos de R$ 5,974 bilhões.

Já o lucro líquido recorrente (que desconsidera efeitos extraordinários) somou R$ 6,767 bilhões de julho a setembro, alta de 34,5% em relação ao mesmo período do ano passado (R$ 5,031 bilhões). Em relação ao segundo trimestre, houve crescimento de 7,1% (R$ 6,319 bilhões).

O resultado veia acima da estimativa consensual compilada pela Refinitiv. A expectativa era de um lucro líquido recorrente de R$ 6,469 bilhões.

No terceiro trimestre, o retorno sobre o patrimônio líquido, um indicador da lucratividade dos bancos, foi de 18,6%. O desempenho é melhor do que o apurado nos três meses anteriores (17,6%) e na comparação com o período de julho a setembro de 2020 (15,2%).

Carteira de crédito e inadimplência

A carteira de crédito expandida do banco somou R$ 773,3 bilhões no terceiro trimestre deste ano, o que representa um avanço de 6,5% no trimestre (R$ 726,4 bilhões) e de 16,4% em 12 meses (R$ 664,4 bilhões).

A taxa de inadimplência superior a 90 dias ficou em 2,6% no trimestre, um aumento de 0,1 ponto percentual na comparação com o segundo trimestre e de 0,3 ponto percentual em relação ao terceiro trimestre do ano passado.

Outros bancos

O Santander Brasil registrou lucro líquido societário de R$ 4,272 bilhões no terceiro trimestre, o que representa uma alta de 12,1% na comparação com o mesmo trimestre de 2020 (R$ 3,811 bilhões).

Já o banco Itaú informou lucro líquido contábil de R$ 5,780 bilhões no terceiro trimestre de 2021, um crescimento de 28,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

 

Notícias Relacionadas

Financiários exigem fim de terceirizações e formalização do teletrabalho no setor

Movimento sindical também denunciou o aumento de contratações de correspondentes bancários, repassando os serviços para empresas que não cobrem os mesmos direitos reivindicados pela categoria Representantes dos trabalhadores financiários realizaram, nesta terça-feira (16), mais uma rodada da mesa de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), desta vez, para […]

Leia mais

COE Santander reitera defesa dos direitos dos empregados durante negociação com o banco

A garantia do emprego foi um dos principais temas reivindicados A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander deu início às negociações do acordo específico com o banco, na tarde desta terça-feira (16). A defesa dos direitos dos trabalhadores e a garantia do empregos foram os principais temas debatidos. O movimento sindical cobrou o […]

Leia mais

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Sindicatos filiados