Mesa temática retoma debate sobre bancários afastados

15.11.2023

Próxima reunião foi agendada para o dia 24 de novembro A Comissão Bipartite de Saúde no Trabalho formada por representantes do Comando Nacional e da Federação Nacional dos Bancos se reuniu nesta segunda-feira (13) para tratar de demandas relacionadas à saúde dos trabalhadores. Foram quatro horas de debate entre dirigentes sindicais e representantes da Fenaban […]

Próxima reunião foi agendada para o dia 24 de novembro

A Comissão Bipartite de Saúde no Trabalho formada por representantes do Comando Nacional e da Federação Nacional dos Bancos se reuniu nesta segunda-feira (13) para tratar de demandas relacionadas à saúde dos trabalhadores. Foram quatro horas de debate entre dirigentes sindicais e representantes da Fenaban e bancos.

“O objetivo foi retomar as discussões sobre os problemas enfrentados pelos bancários quando adoecem e precisam se afastar do trabalho. São muitas as situações ruins enfrentadas durante o tratamento do trabalhador e causadas pelos departamentos de Recursos Humanos (Rhs) dos bancos e também pelo INSS”, explica Gustavo Frias, representante da Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS). Entre as situações relatadas estão corte de salário e do vale do trabalhador, além da não concessão do benefício pelo INSS. “Muitos bancários acabam procurando a ajuda do sindicato, por isso, como representantes da categoria exigimos tratamento humanizado para bancários e bancárias adoecidos e que buscam tratamento e afastamento pelo INSS”, destaca Frias.

Os representantes dos bancos responderam que as demandas serão debatidas entre as empresas, alegando que há casos em que não receberam as informações da situação dos trabalhadores afastados pelo INSS.

Próxima reunião

Na próxima reunião, o tema será o instrumento de combate ao assédio moral previsto na clausula 61 da CCT. Os sindicatos querem discutir o cumprimento dos mecanismos de prevenção de assédio moral pelos bancos, além da garantia de sigilo do denunciante.

“Reforçamos pedidos como acolhimento e o cumprimento das cláusulas acordadas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT)”, disse o representante.

A próxima reunião bipartite está prevista para acontecer no dia 24 de novembro.

Notícias Relacionadas

Saúde, segurança, metas e violência contra as mulheres pautam reunião das Financeiras

Coletivo Nacional dos Financiários e Acrefi voltam à mesa de negociação pela Campanha Nacional 2024 Na tarde desta sexta-feira (19), o Coletivo Nacional dos Financiários da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) realizou mais uma rodada de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). A pauta do […]

Leia mais

Quarta mesa de negociação do BB discute diversidade e igualdade de oportunidades

Para Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), Banco do Brasil deu sinais de avanços importantes na reunião Na manhã desta sexta-feira (19), em São Paulo, foi realizada a quarta mesa de negociação específica da Campanha Nacional 2024 para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do Banco do Brasil. A pauta principal […]

Leia mais

CEE Caixa realiza nova rodada de negociações focada em diversidade e igualdade de oportunidades

Além de diversidade e igualdade, foram discutidos temas como FUNCEF, escala de férias, telefone celular e escola inclusiva A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa Econômica Federal conduziu nesta sexta-feira (19) mais uma mesa de negociação para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos empregados da instituição. O tema central da discussão […]

Leia mais

Sindicatos filiados