MP de Sorocaba vai pessoalmente garantir direito de greve ao sindicato

21.09.2016

No dia 20 de setembro, aconteceu um fato inusitado em Sorocaba. Profissionais do Ministério Público (MP) da cidade estão indo, pessoalmente, nas agências bancárias para garantir o direito de greve ao movimento sindical e aos funcionários. O MP está multando os bancos que não estão seguindo o previsto pelo direito de greve. A atitude do […]

No dia 20 de setembro, aconteceu um fato inusitado em Sorocaba. Profissionais do Ministério Público (MP) da cidade estão indo, pessoalmente, nas agências bancárias para garantir o direito de greve ao movimento sindical e aos funcionários. O MP está multando os bancos que não estão seguindo o previsto pelo direito de greve.

A atitude do MP vem em um momento propício, depois da chefia do banco Bradesco de Itu usar a polícia para coagir os funcionários a entrar trabalhar, furando a greve. Para Julio Cesar Machado, presidente do Sindicato dos Bancários de Sorocaba, o MP está fazendo um ótimo trabalho ao garantir um direito dos funcionários, conquistado legalmente. “Se existe o direito, ele deve ser respeitado. E para isso, o MP nos garantiu que, se for o caso, temos autorização até mesmo para acionar a polícia para que esse direito seja resguardado. Isso se opõe à atitude do Bradesco de Itu, que fez justamente o contrário”.

Sindicato de Sorocaba pede apoio à greve para a Câmara Municipal da cidade

O Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região enviou ofício à Câmara Municipal de Sorocaba, na tarde de sexta-feira (16/09), pedindo apoio à greve dos bancários por parte dos vereadores da casa.

“Nossa greve chegou num ponto que exige atenção do poder público. No documento, explicamos ao presidente da Câmara, vereador José Francisco Martinez, que os bancos têm condições de contemplar a categoria com um reajuste mais digno e no entanto, não o faz, prejudicando toda uma população, desnecessariamente. Explicamos também que outras categorias já fecharam acordos com índices de 9%, enquanto os bancos pisam firme nos 7%. Pedimos aos vereadores apoio público à nossa causa”, explica Julio Cesar Machado, presidente do Sindicato dos Bancário de Sorocaba e Região.
O documento foi entregue pessoalmente.

Fonte: Juliana Alonço – SEEB Sorocaba

Notícias Relacionadas

Financiários conquistam proposta com reajustes econômicos e garantias de direitos

Feeb SP/MS indica aceitação da proposta; assembleias devem ser realizadas até segunda-feira (10) Depois de uma negociação que se estendeu por quase três meses, os financiários conquistaram a garantia de todos os direitos da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) por dois anos. Em negociação realizada na manhã desta quarta-feira (5), de forma híbrida, a Federação […]

Leia mais

Financiários se reúnem com a Fenacrefi nesta quarta-feira (5)

Este será o terceiro encontro de negociação desde a entrega da pauta de reivindicações, realizada em 1º de julho Representantes dos financiários se reúnem com a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi), nesta quarta-feira (5), às 11h, para dar continuidade às negociações da Campanha Nacional 2022. Esta será a terceira rodada […]

Leia mais

Feeb SP/MS discute nova terceirização do Santander nesta terça-feira (4)

Nesta terça-feira (4), dirigentes sindicais da Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) se reúnem para tratar sobre o tema “Terceirização do Santander”. A expectativa é a de que 1,7 mil empregados passem a atuar na empresa SX Tools, criada pelo próprio banco. O anúncio foi feito […]

Leia mais

Sindicatos filiados