Negociações entre COE Santander e banco avançam

12.08.2022

Esforço dos sindicatos foi fundamental para o avanço de pautas especificas para mulheres Nesta sexta-feira (12), representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander se reuniu com o banco para dar continuidade às negociações da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico […]

Esforço dos sindicatos foi fundamental para o avanço de pautas especificas para mulheres

Nesta sexta-feira (12), representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander se reuniu com o banco para dar continuidade às negociações da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico dos trabalhadores do Santander, aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria.
Durante a negociação o movimento sindical obteve três avanços voltados para pautas específicas para as mulheres trabalhadoras, entre elas, a ampliação do período de amamentação de 9 para 12 meses,o fortalecimento de políticas de prevenção e combate ao assédio sexual dentro das dependências da instituição e a criação e inclusão do termo de combate à violência contra a mulher no aditivo. Apesar dos avanços, a reivindicação sobre mais contratações ainda não obteve avanço.

“Foi muito importante a negociação de hoje. Discutimos temas fundamentais para a categoria e avançar em pautas específicas para as mulheres é de suma importância”, destaca Patrícia Bassanin, representante da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS), na COE Santander.

Para a representação dos trabalhadores o resultado vem ao encontro da luta permanente dos sindicatos de combate e prevenção ao assédio sexual. A cobrança por mais contratações foi reforçada pelo movimento sindical que considera a demanda urgente para a categoria.

“Não vamos cruzar os braços enquanto o banco perde funcionários e amplia a terceirização, precarizando a mão de obra e removendo direitos do trabalhador. Sem contratação há sobrecarga de trabalho e aumento dos quadros de adoecimentos. É urgente o avanço nesta pauta também”, comenta a representante.

Notícias Relacionadas

Santander implementa teletrabalho em áreas administrativas

Modalidade é válida para áreas administrativas e contemplam eixo São Paulo e Rio de Janeiro O Santander anunciou que irá implementar o teletrabalho (home office). A modalidade é válida para bancários das áreas administrativas, lotados majoritariamente no eixo São Paulo e Rio de Janeiro, segundo as regras previstas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. As […]

Leia mais

Santander paga PLR e demais adicionais no dia 28 de fevereiro

Representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE/Santander) foram informados nesta terça-feira (01), sobre a data de pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). O valor será creditado no dia 28 deste mês. Junto com a PLR bancárias e bancários do Santander receberão os percentuais do Programa Próprio de Resultados do Santander (PPRS), do […]

Leia mais

Feeb SP/MS monta grupo de trabalho para discutir metas com Banco Itaú

Prazo para organização de grupos de representação se encerrou no último dia 31 Bancários representados pela Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul formalizaram o pedido junto ao banco para montagem de um grupo de trabalho para discussão de metas. De acordo com a cláusula 87 da Convenção Coletiva […]

Leia mais

Sindicatos filiados