Operação do Sindicato de Piracicaba rende vistoria a bancos e autuação do BB

17.02.2014

Diretores do SINDBAN (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região) acompanharam funcionários do Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador) na tarde de quinta-feira, 13, em uma operação de fiscalização a bancos. As agências do Banco do Brasil da Avenida Doutor Edgard Conceição e da Praça Takaki, ambas localizadas no bairro Paulista, em Piracicaba, […]

Diretores do SINDBAN (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região) acompanharam funcionários do Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador) na tarde de quinta-feira, 13, em uma operação de fiscalização a bancos. As agências do Banco do Brasil da Avenida Doutor Edgard Conceição e da Praça Takaki, ambas localizadas no bairro Paulista, em Piracicaba, foram as escolhidas, pois são as que receberam mais denúncias de problemas na manutenção dos aparelhos de ar condicionado.

A Operação “Sem ar não tem clima para trabalhar” foi deflagrada há 15 dias pelo SINDBAN em função das denúncias feitas por bancários e clientes das faltas de condições de trabalho dentro de algumas agências bancárias de Piracicaba e Região. Com o aumento das denúncias, a diretoria do SINDBAN entrou em contato com o Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador) para agendar uma reunião emergencial, buscando organizar um Plano de Ação e Fiscalização nas agências bancárias da cidade.

Durante a inspeção, foram verificados dentro da agência itens obrigatórias da Norma Regulamentadora 17, como índice de temperatura, umidade do ar, luminosidade e ruídos. No ítem 17.5 da NR, com referência as condições ambientais de trabalho, existem as seguintes exigências: índice de temperatura efetiva entre 20ºC e 23ºC e umidade relativa do ar não inferior a 40%. Porém, durante a vistoria realizada na agência do Banco do Brasil da Avenida Doutor Edgard Conceição, da Paulista, os números foram alarmantes.

A temperatura mínima registrada na agência foi de 24ºC na mesa da gerência, localizada próxima ao aparelho de ar condicionado. Porém, foi registrada na mesma agência, no local de atendimento aos clientes, uma temperatura de 31,9ºC, ou seja, 34% a mais que o permitido, ou 8,9ºC acima do permitido por lei. A umidade do ar também ficou abaixo da permitida em algumas mesas da agência, segundo a NR 17. A média foi de 35% a 42,8%.

Com os resultados em mãos, o engenheiro de segurança do Trabalho do Cerest, Adilson Novello – que realizou a inspeção -, repassou as informações a coordenadora do Cerest Piracicaba, Clarice Bragantini, onde foi decidido que o Banco será autuado pela infração de não seguir as regras estabelecidas na NR 17, que disponibiliza das Condições Ambientais de Trabalho.

O auto de infração será entregue à gerência do Banco pelo Cerest e por diretores do SINDBAN.

Michelle Bottin – Sindicato dos Bancários de Piracicaba 

Notícias Relacionadas

Saúde, segurança, metas e violência contra as mulheres pautam reunião das Financeiras

Coletivo Nacional dos Financiários e Acrefi voltam à mesa de negociação pela Campanha Nacional 2024 Na tarde desta sexta-feira (19), o Coletivo Nacional dos Financiários da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) realizou mais uma rodada de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). A pauta do […]

Leia mais

Quarta mesa de negociação do BB discute diversidade e igualdade de oportunidades

Para Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), Banco do Brasil deu sinais de avanços importantes na reunião Na manhã desta sexta-feira (19), em São Paulo, foi realizada a quarta mesa de negociação específica da Campanha Nacional 2024 para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do Banco do Brasil. A pauta principal […]

Leia mais

CEE Caixa realiza nova rodada de negociações focada em diversidade e igualdade de oportunidades

Além de diversidade e igualdade, foram discutidos temas como FUNCEF, escala de férias, telefone celular e escola inclusiva A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa Econômica Federal conduziu nesta sexta-feira (19) mais uma mesa de negociação para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos empregados da instituição. O tema central da discussão […]

Leia mais

Sindicatos filiados