Presidente da Feeb-SP/MS visita SINDBAN

06.08.2021

O SINDBAN recebeu nesta sexta-feira, a visita do presidente da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb-SP/MS), Davi Zaia. Esta é a primeira visita a sindicato da base desde que assumiu a presidência da entidade, infelizmente, por conta do falecimento do companheiro Jeferson Boava. A visita seguiu os protocolos sanitário […]

O SINDBAN recebeu nesta sexta-feira, a visita do presidente da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb-SP/MS), Davi Zaia. Esta é a primeira visita a sindicato da base desde que assumiu a presidência da entidade, infelizmente, por conta do falecimento do companheiro Jeferson Boava. A visita seguiu os protocolos sanitário de proteção à Covid-19.

Davi Zaia foi recebido pelo presidente do Sindicato José Antonio Fernandes Paiva e pelos diretores Angela Savian, João Possebon Neto, Letícia Françoso, Marcelo Abrahão, Maurício Nobre, Paschoal Verga Jr e Rui Pezolato. O encontro contou ainda com a presença do presidente da Câmara Municipal de Piracicaba, Gilmar Rotta.

O presidente da Feeb-SP/MS comentou sobre o atual cenário da economia brasileira, seus impactos no sistema financeiro e na categoria bancária, enfatizando que, por exemplo, a inflação não deve ter grandes mudanças no próximo período, tendo em vista, entre outros aspectos, a alta dos commodities.

Também avaliou a conjuntura dos bancos. “O Bradesco anunciou que deve fechar 200 agências, muitas delas se transformarão em escritórios de negócios. Há o cenário dos bancos digitais que também impactam na nossa categoria. Esses e outros aspectos têm que ser levados em consideração no próximo período”, comentou.

O presidente do Sindban chamou a atenção para o mercado das cooperativas. “As cooperativas como Sicoob e Sicred, na realidade se transformaram em grandes bancos. Se juntas, apenas essas duas cooperativas se colocam na sexta colocação das empresas financeiras do país. É preciso que haja alguma regulamentação para que sejam consideradas bancos, como de fato, são”, avaliou.

Paiva também evidenciou a necessidade de os sindicatos prestarem atenção nas reais demandas dos bancários, como ocorreu durante a pandemia que mudou bastante a pauta de reivindicações da categoria.

O presidente da Câmara, vereador Gilmar Rotta disse que gostou muito do encontro por poder ouvir uma análise de conjuntura muito precisa e de grande valor. “Os dados são muito importantes para que possamos entender o cenário econômico do país, sobretudo neste momento que que estamos criando a Região Metropolitana de Piracicaba”.

O projeto de lei de criação da Região Metropolitana tramita na Assembleia Legislativa. Recentemente, Gilmar Rotta foi eleito presidente do Parlamento Regional.

Com informações: Sindiban Piracicaba
 

Notícias Relacionadas

Caixa propõe usar GDP na Promoção por Mérito

Na terceira rodada de negociação, Caixa rejeita proposta apresentada pelos representantes dos empregados e insiste na utilização da GDP O Grupo de Trabalho (GT) sobre Promoção por Mérito na Caixa Federal se reuniu ontem (29) com representantes do banco para a terceira reunião sobre o tema. A primeira ocorreu no último dia 10 e a […]

Leia mais

Vitória da Categoria: PL 1043 é retirado da pauta de votação

Projeto de Lei que autoriza a abertura das agências e o trabalho bancário aos sábados, domingos e feriados foi retirado da pauta de votação na CDC da Câmara dos Deputados; pressão da categoria foi fundamental O Projeto de Lei 1.043/2019, que autoriza a abertura de agências e o trabalho bancário aos sábados domingos e feriados foi […]

Leia mais

COE Bradesco discute minuta específica com Banco

Representantes reforçaram importância da liberação do auxílio academia Gympass Representantes dos empregados do Bradesco estiveram nesta terça-feira (29) reunidos com o banco para tratar da minuta específica. Entre as pautas foram tratadas questões relacionadas a melhorias no emprego, na educação e na saúde e bem-estar do funcionário. Durante a reunião representantes da Comissão de Organização […]

Leia mais

Sindicatos filiados