Primeiro dia da Conferência Nacional dos Bancários tem defesa dos bancos públicos, abertura oficial e homenagem

29.07.2017

No sábado, as atividades da conferência continuam com a votação do regimento interno; análise de conjuntura nacional e internacional, paineis sobre as reformas trabalhista e previdenciária e reunião das correntes políticas A 19º Conferência Nacional dos Bancários teve início nesta sexta-feira (28). No fim da tarde, os participantes assistiram a um painel sobre Defesa dos […]


No sábado, as atividades da conferência continuam com a votação do regimento interno; análise de conjuntura nacional e internacional, paineis sobre as reformas trabalhista e previdenciária e reunião das correntes políticas

A 19º Conferência Nacional dos Bancários teve início nesta sexta-feira (28). No fim da tarde, os participantes assistiram a um painel sobre Defesa dos bancos públicos e às 21h, a abertura oficial do evento.

Representantes de entidades do Brasil inteiro, entre Centrais Sindicais, Confederações, Federações e sindicatos que participam da conferência foram convidados a compor a mesa de abertura, dentre as quais, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS). Reginaldo Breda, secretário geral da Federação representou a instituição.

Convidado a fazer uma saudação aos presentes, representando todas as federações, Breda lembrou o conturbado momento que vive o país, política e economicamente, uma conjuntura totalmente desfavorável aos trabalhadores e repleto de desafios e conclamou os trabalhadores à unidade:

“Essa é nossa primeira conferência após a Reforma Trabalhista, um momento confuso e bastante controverso para os trabalhadores, no qual a categoria vem sendo massacrada diariamente. A conferência deste ano vai nortear aquilo que teremos que fazer nos próximos anos: plano de lutas e estratégias. Foi com este espírito que viemos aqui este ano, de participar, contribuir e sair daqui com um plano de ação estruturado, por que em 2018 será necessário termos um espírito de luta muito maior do que o de hoje e a unidade é muito importante”, disse Breda, que saudou os presentes e desejou  a todos uma ótima conferência.


Homenagem

Dirigentes sindicais falecidos este ano, Tião, Jorginho e Augusto Campos, foram lembrados em um vídeo que homenageou os companheiros.

Defesa dos bancos públicos

O painel em defesa dos bancos públicos contou com as exposições do cientista político, Emir Sader, de Fabiano Félix, conselheiro de Administração Representante dos Empregados do Banco do Brasil (Caref) e Maria Rita Serrano, representante dos empregados da Caixa Econômica Federal (CEF) no Conselho Administrativo da estatal e também coordenadora do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas.

No sábado (29), as atividades da conferência continuam com a votação do regimento interno no início da manhã; análise de conjuntura nacional e internacional e à tarde, paineis sobre as reformas trabalhista e previdenciária, reunião das correntes políticas e encerra com a confraternização. No domingo, os dirigentes discutirão e definirão o plano de lutas a ser extraído da 19ª Conferência Nacional dos Bancários para a mobilização da categoria este ano.

Programação

Dia 29 de julho: sábado

08h30 às 18h – Credenciamento
18h às 19h – Prazo para substituição de delegados por suplentes
09h às 9h30 – Votação do Regimento Interno
09h30 às 11h30 – Análise de conjuntura nacional e internacional
11h30 às 13h30 – Defesa do Emprego frente às novas tecnologias

13h30 às 14h30 – Almoço
14h30 às 17h – Reforma Trabalhista
17h às 18h30 – Reforma Previdenciária
18h30 às 20h – Reunião de Correntes Políticas
20h às 21h30 – Jantar
22h às 02h – Confraternização

Dia 30 de julho – domingo

10h às 13h – Plano de Lutas
12h – Início do check-out do hotel
13h às 14h – Almoço

 

Notícias Relacionadas

Saúde, segurança, metas e violência contra as mulheres pautam reunião das Financeiras

Coletivo Nacional dos Financiários e Acrefi voltam à mesa de negociação pela Campanha Nacional 2024 Na tarde desta sexta-feira (19), o Coletivo Nacional dos Financiários da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) realizou mais uma rodada de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). A pauta do […]

Leia mais

Quarta mesa de negociação do BB discute diversidade e igualdade de oportunidades

Para Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), Banco do Brasil deu sinais de avanços importantes na reunião Na manhã desta sexta-feira (19), em São Paulo, foi realizada a quarta mesa de negociação específica da Campanha Nacional 2024 para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do Banco do Brasil. A pauta principal […]

Leia mais

CEE Caixa realiza nova rodada de negociações focada em diversidade e igualdade de oportunidades

Além de diversidade e igualdade, foram discutidos temas como FUNCEF, escala de férias, telefone celular e escola inclusiva A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa Econômica Federal conduziu nesta sexta-feira (19) mais uma mesa de negociação para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos empregados da instituição. O tema central da discussão […]

Leia mais

Sindicatos filiados