Promoção por Mérito: delta linear para todos os empregados da Caixa

26.01.2021

Direito A Comissão Paritária da Promoção por Mérito aprovou por consenso a distribuição linear de um delta (promoção por progressão na carreira) para todos os empregados da Caixa Federal que não possuem impedimentos em 2020 previstos no RH 176. A decisão, aprovada nesta segunda-feira, 25 de janeiro, tem como base a primeira proposta dos empregados […]

Direito
A Comissão Paritária da Promoção por Mérito aprovou por consenso a distribuição linear de um delta (promoção por progressão na carreira) para todos os empregados da Caixa Federal que não possuem impedimentos em 2020 previstos no RH 176. A decisão, aprovada nesta segunda-feira, 25 de janeiro, tem como base a primeira proposta dos empregados apresentada na primeira reunião da Comissão, ocorrida no dia 16 de dezembro do ano passado. (veja matéria)

E mais: a Caixa Federal propôs um segundo delta, a ser distribuído para os empregados que atingirem a avaliação Excepcional no ciclo 2020 da Gestão de Desempenho de Pessoas (GDP), conforme dotação orçamentária. Diferente do que acontecia antes, os segundos deltas serão distribuídos de forma global entre os empregados e não por unidade. A distribuição dos deltas (pagamento) terá início no próximo mês de abril. Cabe ressaltar que o delta não é retroativo.

Opinião

Para o diretor do Sindicato, Marcelo Lopes de Lima, que representou a Federação dos Bancários de SP e MS na reunião da Comissão, “foi um processo muito difícil, com protelação por parte da Caixa para iniciar as discussões e depois muita insistência da empresa em não ceder em pontos que eram importantes para nós, empregados. Acho que o principal é que conseguimos um delta para todos. Afinal essa foi nossa primeira proposta. É uma ação de reconhecimento dos trabalhadores muito mais do que só mérito, num ano difícil em que os empregados mostraram que é essencial um banco público totalmente funcional. Garantimos a continuidade da promoção por mérito o que não é pouca coisa num ano de pandemia, que ninguém vai esquecer”.

2021: Iniciar debate

Quanto às avaliações deste ano, os representantes dos empregados solicitaram que as discussões para definir os critérios da sistemática precisam iniciar o quanto antes, já em abril. A Caixa Federal assumiu um compromisso em ata para que o calendário seja antecipado neste ano.

Debate sobre a GDP

Os representantes dos empregados reforçaram a importância do debate sobre a instalação da Gestão de Desempenho de Pessoas (GDP), principalmente com uma pauta na mesa permanente de negociação. Os empregados reivindicam que a Caixa Federal precisa ouvir os trabalhadores para então colocar os critérios da GDP em prática.

Faltas: os representantes dos empregados solicitaram a manutenção de até duas faltas não justificadas. Mas a Caixa Federal não aprovou.

Deltas: como ficou

1º delta

– Distribuição de 1 delta linear para todos os empregados Caixa Federal elegíveis e que não possuem impedimentos em 2020, previstos no RH 176.

 Os empregados não devem apresentar as situações abaixo:

– Menos de 180 dias de efetivo exercício.

– Aplicação de penalidade de suspensão.

– Censura ética.

– Advertência, tendo recebido outra nos últimos 5 anos.

– Contrato de trabalho suspenso.

– Contrato de trabalho extinto.

– Faltas não justificadas.

2º delta

Distribuído para os empregados que estiverem enquadrados no resultado Excepcional, até o limite orçamentário.
Em caso de empate, utiliza-se os critérios de desempate:

– Maior nota no eixo Resultado.

– Maior nota no eixo Estilo.

– Maior nota no bloco Competências.

– Maior nota no bloco Capacitações.

– Maior tempo de Caixa.

Maior Idade.

Fonte: Fenae

Notícias Relacionadas

Santander implementa teletrabalho em áreas administrativas

Modalidade é válida para áreas administrativas e contemplam eixo São Paulo e Rio de Janeiro O Santander anunciou que irá implementar o teletrabalho (home office). A modalidade é válida para bancários das áreas administrativas, lotados majoritariamente no eixo São Paulo e Rio de Janeiro, segundo as regras previstas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. As […]

Leia mais

Santander paga PLR e demais adicionais no dia 28 de fevereiro

Representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE/Santander) foram informados nesta terça-feira (01), sobre a data de pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). O valor será creditado no dia 28 deste mês. Junto com a PLR bancárias e bancários do Santander receberão os percentuais do Programa Próprio de Resultados do Santander (PPRS), do […]

Leia mais

Feeb SP/MS monta grupo de trabalho para discutir metas com Banco Itaú

Prazo para organização de grupos de representação se encerrou no último dia 31 Bancários representados pela Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul formalizaram o pedido junto ao banco para montagem de um grupo de trabalho para discussão de metas. De acordo com a cláusula 87 da Convenção Coletiva […]

Leia mais

Sindicatos filiados