Proposta de protocolo de segurança contra a Covid-19 é apresentada pela Fenaban

25.05.2021

Encontro contou ainda com cobrança dos bancários para inclusão da categoria no Plano Nacional de Imunização O Comando Nacional dos Bancários recebeu ontem (26) da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) a proposta de protocolo de segurança unificado para orientar na prevenção contra a Covid -19. Durante encontro que ocorreu por meio de videoconferência, a categoria […]

Encontro contou ainda com cobrança dos bancários para inclusão da categoria no Plano Nacional de Imunização

O Comando Nacional dos Bancários recebeu ontem (26) da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) a proposta de protocolo de segurança unificado para orientar na prevenção contra a Covid -19. Durante encontro que ocorreu por meio de videoconferência, a categoria intensificou as cobranças aos bancos para que pressionem o governo federal para a inclusão dos bancários no Plano Nacional de Imunização (PNI).

Nesta quinta-feira (27) será realizado o Dia Nacional de Luta pela inclusão da categoria como essencial no PNI e por vacina para todos.

“A padronização das normas de segurança é um pedido que o movimento sindical tem feito há um bom tempo com o objetivo de unificar os procedimentos de modo que todos os locais sigam uma mesma orientação com base no protocolo nacional de prevenção à Covid-19”, destaca Jeferson Boava, presidente da Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS).
De acordo com a categoria a proposta apresentada é o resultado destas cobranças efetuadas durante um ano de debates e negociações. O objetivo central é garantir a segurança de bancários, bancárias e usuários de todo o país. A minuta dos bancos estabelece o fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como máscara, além de procedimentos como desinfecção de agências e outros locais de trabalho em casos de contágio.

Vacinação
A inclusão da categoria no PNI foi novamente cobrada pelo Comando Nacional. O movimento sindical destacou o funcionamento das agências em todos os decretos municipais e estaduais, e com isso, caracterizou como contraditório obrigar uma categoria a trabalhar e não inclui-la no como essencial no PNI.
Os dados do número de mortes na categoria por causa da Covid-19, assim como o de contágios, também foi solicitado durante a reunião. A Fenaban se comprometeu a fornecer as informações nos próximos dias. Com os dados, o movimento sindical pretende cobrar do Ministério da Saúde a inclusão da categoria como prioridade no PNI. “Queremos reiterar o pedido, uma vez que houve mudança de ministro”, diz Boava. Um novo ofício dever ser enviado em breve com pedido de nova reunião.

 

Notícias Relacionadas

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Financiários cobram igualdade salarial e de oportunidades para mulheres e negros no setor

Com base em levantamento do Dieese, trabalhadores e trabalhadoras mostraram distorções salariais de gênero e raça Representantes dos financiários, no movimento sindical, se reuniram, nesta sexta-feira (12), com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), para cobrar igualdade de oportunidades no setor. O encontro faz parte das negociações da Campanha Nacional […]

Leia mais

Nota da Feeb SP/MS sobre a destituição de gerentes da Caixa Asset

A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) manifesta sua profunda preocupação com a recente destituição de três gerentes da Caixa Asset, subsidiária da Caixa Econômica Federal responsável pela gestão de ativos. Esses gerentes foram removidos de seus cargos após recusarem-se a aprovar uma operação de […]

Leia mais

Sindicatos filiados