Reajuste de 14,78%, defesa do emprego e “nenhum direito a menos”” são as prioridades definidas pela categoria bancária”

31.07.2016

Índice de 14,78% (aumento real de 5% com reposição da inflação referente ao período de setembro de 2015 a agosto de 2016), PLR – Participação nos Lucros e Resultados – de três salários mais parcela fixa e adicional de 2,2% do lucro líquido (linear), são algumas das reivindicações aprovadas A plenária final da 18ª Conferência […]


Índice de 14,78% (aumento real de 5% com reposição da inflação referente ao período de setembro de 2015 a agosto de 2016), PLR – Participação nos Lucros e Resultados – de três salários mais parcela fixa e adicional de 2,2% do lucro líquido (linear), são algumas das reivindicações aprovadas

A plenária final da 18ª Conferência Nacional dos Bancários, aprovou neste domingo (31), os pontos prioritários dos eixos da Campanha Nacional (Emprego, Saúde e Condições de Trabalho e Segurança, Remuneração e Estratégias de Organização da Luta) que deverão constar na minuta de reivindicações da categoria, encerrando o evento após três dias de intensos debates e atividades, no Hotel Holiday Inn Parque Anhembi, em São Paulo.

Garantia de emprego, fim das terceirizações e das metas abusivas e combate ao assédio moral (manutenção do acordo sobre o Programa de Prevenção dos Conflitos no Ambiente de Trabalho – Cláusula 57 da Convenção Coletiva de Trabalho – CCT), também estão entre as prioridades aprovadas, além de melhoria nos planos de saúde dos funcionários, incluindo plano de saúde aos aposentados nas mesmas condições e valores vigentes para os ativos, bem como, Campanha unificada e manutenção do formato de negociação (mesa única, concomitante com os bancos públicos).

Os dirigentes aprovaram ainda, o indicativo de paridade de gênero para a próxima Conferência Nacional, o manifesto "Nenhum Direito a Menos!", assinado conjuntamente pelas centrais sindicais CUT, CTB, Intersindical e UGT, contra retrocessos e ataques aos direitos trabalhistas e uma moção de repúdio a qualquer forma de violência contra a mulher (física, psicológica, simbólica, doméstica, ou no âmbito do trabalho).

Unidade na defesa dos direitos dos trabalhadores

Na avaliação do vice-presidente da FEEB-SP/MS, Jeferson Boava, "a mais importante mensagem que o movimento sindical deve extrair da 18ª Conferência Nacional dos Bancários é de que o momento exige que todos os trabalhadores estejam unidos para evitar retrocessos, como a reforma da previdência, mudanças na CLT, entre outras medidas, cujas consequências possam ser nefastas para o trabalhador. A unidade na defesa dos direitos dos trabalhadores é o único caminho possível", conclui

A pauta foi aprovada por 633 delegados e delegadas (400 homens e 233 mulheres) oriundos de federações e sindicatos de todo o país . A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) participou com 54 delegados de 14 sindicatos.

A minuta de reivindicações será entregue à Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) no próximo dia 9 de agosto.

Foto: Júlio César Costa
 

Notícias Relacionadas

Santander implementa teletrabalho em áreas administrativas

Modalidade é válida para áreas administrativas e contemplam eixo São Paulo e Rio de Janeiro O Santander anunciou que irá implementar o teletrabalho (home office). A modalidade é válida para bancários das áreas administrativas, lotados majoritariamente no eixo São Paulo e Rio de Janeiro, segundo as regras previstas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. As […]

Leia mais

Santander paga PLR e demais adicionais no dia 28 de fevereiro

Representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE/Santander) foram informados nesta terça-feira (01), sobre a data de pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). O valor será creditado no dia 28 deste mês. Junto com a PLR bancárias e bancários do Santander receberão os percentuais do Programa Próprio de Resultados do Santander (PPRS), do […]

Leia mais

Feeb SP/MS monta grupo de trabalho para discutir metas com Banco Itaú

Prazo para organização de grupos de representação se encerrou no último dia 31 Bancários representados pela Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul formalizaram o pedido junto ao banco para montagem de um grupo de trabalho para discussão de metas. De acordo com a cláusula 87 da Convenção Coletiva […]

Leia mais

Sindicatos filiados