Reestruturação Caixa causa pânico aos trabalhadores

10.12.2020

CEE oficia Banco e Gerência Nacional de Relações Trabalhistas sobre a movimentação Nesta semana, a Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa) oficiou a presidência do Banco e a Gerência Nacional de Relações Trabalhistas (Geret) sobre a movimentação nos locais de trabalho. O documento foi elaborado após denúncias dos trabalhadores que relatam a transferência compulsória […]

CEE oficia Banco e Gerência Nacional de Relações Trabalhistas sobre a movimentação

Nesta semana, a Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa) oficiou a presidência do Banco e a Gerência Nacional de Relações Trabalhistas (Geret) sobre a movimentação nos locais de trabalho. O documento foi elaborado após denúncias dos trabalhadores que relatam a transferência compulsória sem qualquer aviso prévio de empregados de filiais e centralizadoras. De acordo com os funcionários, tais mudanças estão sendo executadas sem negociação, como pede o ACT, e sem envio de documentos que formalizam as mudanças.

Conforme relatos, desde a última sexta-feira (6), empregados com função incorporada ou aposentados pelo INSS, estão sendo retirados de seus locais de trabalho, o que segundo eles, tem causado pânico.

“Estamos indignados com a falta de respeito por parte do banco aos trabalhadores. Funcionários lotados em filiais e centralizadoras de todo o país descobriram que seriam transferidos para agências ainda esta semana, sem nenhuma negociação prévia”, explica Carlos Augusto Pipoca, representante da Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

De acordo com a Caixa, o objetivo é reduzir a falta de trabalhadores nas agências. No entanto, as agências precisam ser reforçadas principalmente com novas contratações. Já são menos 19 mil trabalhadores no banco e o déficit pode aumentar.

Ofício CEE
Em ofício enviado ao Banco e à Geret, a CEE destaca preocupação e com a decisão da empresa e ressalta que trata de um movimento discriminatório. Além de forçar a adesão ao Programa de Desligamento Voluntário (PDV), cujo público-alvo principal são os incorporados e os aposentados pelo INSS.

“Cobramos transparência, respeito ao funcionário e a suspensão do processo de transferências e o estabelecimento de uma mesa de negociação para debater os impactos da reestruturação: e os impactos na vida funcional dos empregados, conforme prevê o acordo coletivo de Trabalho (ACT)”, destaca Pipoca.

A formalização das medidas também foi enfatizada, conforme defesa da CEE, é importante que toda alteração na vida funcional seja documentada, para que o empregado não tenha problemas futuramente. A CEE alerta, que os empregados não aceitem as mudanças caso elas não estejam documentadas.
“O objetivo é facilitar e não piorar as condições de vida e de trabalho do funcionário”, destaca Pipoca.

 

Notícias Relacionadas

Santander implementa teletrabalho em áreas administrativas

Modalidade é válida para áreas administrativas e contemplam eixo São Paulo e Rio de Janeiro O Santander anunciou que irá implementar o teletrabalho (home office). A modalidade é válida para bancários das áreas administrativas, lotados majoritariamente no eixo São Paulo e Rio de Janeiro, segundo as regras previstas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. As […]

Leia mais

Santander paga PLR e demais adicionais no dia 28 de fevereiro

Representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE/Santander) foram informados nesta terça-feira (01), sobre a data de pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). O valor será creditado no dia 28 deste mês. Junto com a PLR bancárias e bancários do Santander receberão os percentuais do Programa Próprio de Resultados do Santander (PPRS), do […]

Leia mais

Feeb SP/MS monta grupo de trabalho para discutir metas com Banco Itaú

Prazo para organização de grupos de representação se encerrou no último dia 31 Bancários representados pela Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul formalizaram o pedido junto ao banco para montagem de um grupo de trabalho para discussão de metas. De acordo com a cláusula 87 da Convenção Coletiva […]

Leia mais

Sindicatos filiados