Representantes dos trabalhadores se reúnem com presidente do BB, Paulo Cafarelli para entrega da minuta específica

11.08.2016

A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS), juntamente com as demais entidades de representação dos trabalhadores do Banco do Brasil (BB) de diversas partes do país, entregou na tarde desta quinta (11), a minuta específica de reivindicações dos funcionários do banco. O documento foi recebido pelo presidente da instituição, […]


A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS), juntamente com as demais entidades de representação dos trabalhadores do Banco do Brasil (BB) de diversas partes do país, entregou na tarde desta quinta (11), a minuta específica de reivindicações dos funcionários do banco. O documento foi recebido pelo presidente da instituição, Paulo Cafarelli e pelo vice-presidente de Varejo e Gestão de Pessoas, Paulo Ricci.

Paulo Cafarelli, que se comprometeu a manter o respeito nas negociações e um canal de diálogo constante com os representantes dos trabalhadores, que por sua vez, ressaltaram a necessidade de atenção especial para temas, como a defesa dos bancos públicos, por sua grande importância social, desempenhando importante papel na concessão de crédito à população, entre outros aspectos; do da manutenção do modelo de negociação, com mesa única e temas específicos concomitantes às reuniões com a Fenaban, a expansão das agências digitais e seus impactos, como a redução de postos de trabalho e as condições de trabalho nos locais onde os bancários desse segmento irão atuar; a sustentabilidade da Cassi, valorização do piso, PCR (Plano de Carreira e Remuneração) e interstícios, a situação do Economus e também no que diz respeito às reestruturações.

Também, reajuste de 14,78%, fim do assédio moral e das metas abusivas e respeito à jornada de trabalho são algumas das principais reivindicações dos trabalhadores do BB.
“Entregamos a minuta pessoalmente ao presidente do Banco do Brasil e esperamos que resulte numa negociação positiva em favor dos trabalhadores do banco”, declarou o vice-presidente da FEEB-SP/MS, Jeferson Boava, que representou a entidade na mesa e também é membro da CEBB (Comissão de Empregados do Banco do Brasil).

A minuta de reinvindicações específica dos funcionários do Banco do Brasil foi aprovada no 27º CNFBB – Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, realizado entre os dias 17 e 19 de junho deste ano e assim como as minutas entregues à Fenaban e à Caixa Econômica Federal na última terça-feira (09), são fruto de longo processo de construção que envolveu consulta aos bancários do país inteiro, incluindo a base da Federação e intenso debate sobre a conjuntura, a minuta anterior e as condições de trabalho dos bancários e bancárias do BB para definir as prioridades para a Campanha Nacional deste ano.

Calendário

O cronograma de negociação será confirmado de acordo com o calendário de reuniões estabelecidas com a Fenaban.

 

Notícias Relacionadas

Financiários exigem fim de terceirizações e formalização do teletrabalho no setor

Movimento sindical também denunciou o aumento de contratações de correspondentes bancários, repassando os serviços para empresas que não cobrem os mesmos direitos reivindicados pela categoria Representantes dos trabalhadores financiários realizaram, nesta terça-feira (16), mais uma rodada da mesa de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), desta vez, para […]

Leia mais

COE Santander reitera defesa dos direitos dos empregados durante negociação com o banco

A garantia do emprego foi um dos principais temas reivindicados A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander deu início às negociações do acordo específico com o banco, na tarde desta terça-feira (16). A defesa dos direitos dos trabalhadores e a garantia do empregos foram os principais temas debatidos. O movimento sindical cobrou o […]

Leia mais

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Sindicatos filiados