Respeito à vida e emprego decente são as pautas prioritárias para o 1° de maio

26.04.2021

Auxílio emergencial e vacinação integram os temas priorizados pelas centrais No dia 1° de Maio, Dia Internacional dos Trabalhadores e das Trabalhadoras, as centrais sindicais estarão unidas em mais o ato pela vida e pelo trabalho decente. Para garantir o cumprimento dos protocolos sanitários, um ato será realizado de forma virtual e transmitido pelas redes […]

Auxílio emergencial e vacinação integram os temas priorizados pelas centrais

No dia 1° de Maio, Dia Internacional dos Trabalhadores e das Trabalhadoras, as centrais sindicais estarão unidas em mais o ato pela vida e pelo trabalho decente. Para garantir o cumprimento dos protocolos sanitários, um ato será realizado de forma virtual e transmitido pelas redes sociais das centrais e pela emissora VTV.

O evento reunirá as centrais UGT, Força, CTB, CSB, NCST, CGTB, Intersindical e Pública. Entre os temas definidos para o ato estão o pagamento do auxílio emergencial no valor de R$ 600 e a vacinação em massa contra a covid-19. A geração de emprego e renda, a defesa das empresas públicas e a luta contra a reforma administrativa – proposta pelo governo federal – também integram as reivindicações.

Para a Federação dos Bancários dos Estados de SP/MS o ato representa a necessidade da unidade dos trabalhadores nesse momento sensível do país.

“É preciso discutir as condições de trabalho e o desemprego no nosso país que se aprofundou pela falta se estratégia do governo federal no combate a crise sanitária. No momento não podemos ir para as ruas para nos manifestar, as redes são nosso instrumento de diálogo. Nesse momento o conjunto dos trabalhadores, os bancários e bancárias tem que resistir aos ataques desse governo e manter as conquistas históricas. Para nós esse 1º de Maio passa a ter um significado mais importante diante desse contexto”, afirma o presidente da FEEB, Jeferson Boava.

O 1º de maio Unitário das centrais

A programação prevê a participação de todos os presidentes das entidades, artistas, intelectuais, lideranças políticas e religiosas, que se encontram por meio de uma live prevista para acontecer das 14h às 17h pela emissora VTV e redes sociais do movimento sindical.

Para garantir o cumprimento das regras sanitárias, assim como em 2020, não serão realizados atos em locais públicos.

O ato deve marcar as presenças, também, dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Roussef, além de parlamentares, lideranças partidárias e de movimentos sociais.

O ato
Sob o comando da cantora e compositora Ellen Oléria, o evento incluirá, ainda, a participação de artistas consagrados, como Elza Soares, Chico César, Tereza Cristina, Delacruz, Johnny Hooker, Marcelo Jeneci, Odair José, Aíla, Bia Ferreira e Doralyce, Fábio Assunção e Osmar Prado. Atrações com o tema “Vida, Democracia, Emprego e Vacina Para Todos” poderão ser acompanhadas durante a transmissão.

O 1º de maio da Feeb SP/MS
Para marcar a data, a Feeb SP/MS programou uma série de vídeos de contexto histórico que começarão a ser veiculados a partir desta semana em todos os canais institucionais da Federação e sindicatos filiados. Os vídeos relembram os principais atos e conquistas históricas da categoria e presta uma homenagem aos trabalhadores e trabalhadoras da categoria bancária do País.
“É nossa forma de homenagear cada brasileira e brasileiro que acreditou e lutou por melhorias e por aqueles, que hoje, mais do que nunca, continuam em defesa da garantia dos direitos e de uma sociedade mais justa, acessível e inclusiva para todas e todos”, destaca Boava.

 

 

Notícias Relacionadas

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Financiários cobram igualdade salarial e de oportunidades para mulheres e negros no setor

Com base em levantamento do Dieese, trabalhadores e trabalhadoras mostraram distorções salariais de gênero e raça Representantes dos financiários, no movimento sindical, se reuniram, nesta sexta-feira (12), com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), para cobrar igualdade de oportunidades no setor. O encontro faz parte das negociações da Campanha Nacional […]

Leia mais

Nota da Feeb SP/MS sobre a destituição de gerentes da Caixa Asset

A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) manifesta sua profunda preocupação com a recente destituição de três gerentes da Caixa Asset, subsidiária da Caixa Econômica Federal responsável pela gestão de ativos. Esses gerentes foram removidos de seus cargos após recusarem-se a aprovar uma operação de […]

Leia mais

Sindicatos filiados