Santander Brasil tem lucro gerencial de R$ 2,6 bilhões no 3º trimestre

26.10.2017

O lucro líquido gerencial do banco Santander Brasil atingiu R$ 2,6 bilhões no terceiro trimestre, segundo balanço divulgado pela instituição na noite desta quarta-feira. O resultado representa um crescimento de 37,3% na comparação com o mesmo período do ano anterior e 10,7% na comparação com os três meses anteriores. No acumulado de janeiro a setembro, […]


O lucro líquido gerencial do banco Santander Brasil atingiu R$ 2,6 bilhões no terceiro trimestre, segundo balanço divulgado pela instituição na noite desta quarta-feira. O resultado representa um crescimento de 37,3% na comparação com o mesmo período do ano anterior e 10,7% na comparação com os três meses anteriores. No acumulado de janeiro a setembro, o lucro líquido gerencial soma R$ 7,2 bilhões, alta de 34,6% em relação ao mesmo período de 2016. Já o lucro societário, que inclui despesas com amortização de ágio, subiu 25%, ano a ano, para R$ 1,79 bilhão.

O retorno sobre o patrimônio líquido (ROE, na sigla em inglês), indicador que se refere à capacidade da instituição em agregar valor a ela mesma utilizando os seus próprios recursos, subiu de 13,1%, no terceiro trimestre de 2016, para 17,1% nos últimos três meses.

"Aceleramos a oferta de crédito e ampliamos nosso market share nos principais segmentos, sem abrir mão dos controles de riscos e de despesas. Como consequência, alcançamos uma rentabilidade de de 17,1%, um índice que se destaca", diz o presidente da instituição, Sergio Rial, em comunicado.

A carteira de crédito do banco cresceu 2,4% no trimestre e 6,3% considerando 12 meses, com impulso de pessoas físicas e de financiamento ao consumo. No trimestre, a carteira de crédito atingiu R$ 263 bilhões. Os empréstimos a pessoas físicas e o financiamento ao consumo cresceram 5% e 5,9% no trimestre, respectivamente, com destaque para cartão de crédito e consignado. A inadimplência acima de 90 dias ficou estabilizada em 2,9% pelo terceiro trimestre consecutivo.

Fonte: Época Negócios
 

Notícias Relacionadas

Saúde, segurança, metas e violência contra as mulheres pautam reunião das Financeiras

Coletivo Nacional dos Financiários e Acrefi voltam à mesa de negociação pela Campanha Nacional 2024 Na tarde desta sexta-feira (19), o Coletivo Nacional dos Financiários da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) realizou mais uma rodada de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). A pauta do […]

Leia mais

Quarta mesa de negociação do BB discute diversidade e igualdade de oportunidades

Para Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), Banco do Brasil deu sinais de avanços importantes na reunião Na manhã desta sexta-feira (19), em São Paulo, foi realizada a quarta mesa de negociação específica da Campanha Nacional 2024 para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do Banco do Brasil. A pauta principal […]

Leia mais

CEE Caixa realiza nova rodada de negociações focada em diversidade e igualdade de oportunidades

Além de diversidade e igualdade, foram discutidos temas como FUNCEF, escala de férias, telefone celular e escola inclusiva A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa Econômica Federal conduziu nesta sexta-feira (19) mais uma mesa de negociação para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos empregados da instituição. O tema central da discussão […]

Leia mais

Sindicatos filiados