São José dos Campos: Sindicato garante reintegração de bancário do Itaú demitido próximo à estabilidade pré-aposentadoria

18.10.2017

O Sindicato dos Bancários de São José dos Campos e Região (Seeb SJC), através de seu Departamento Jurídico, foi vitorioso em mais uma ação na Justiça e garantiu a reintegração de um bancário do Itaú demitido próximo à estabilidade pré-aposentadoria. O bancário Geraldo Ângelo de Araújo Lima, gerente geral do Banco Itaú, tinha no momento […]

O Sindicato dos Bancários de São José dos Campos e Região (Seeb SJC), através de seu Departamento Jurídico, foi vitorioso em mais uma ação na Justiça e garantiu a reintegração de um bancário do Itaú demitido próximo à estabilidade pré-aposentadoria.

O bancário Geraldo Ângelo de Araújo Lima, gerente geral do Banco Itaú, tinha no momento da dispensa, mais de 30 anos de prestação de serviços ao banco e lhe faltava apenas um ano e três meses para que atingisse o período de pré-aposentadoria garantido na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).
A tese apresentada pelo Sindicato na defesa do bancário também se fundamentou no princípio da dignidade humana e da valorização do trabalho humano, que são fundamentos da Constituição Federal. Além disso, o Sindicato argumentou que o ato de demissão foi obstativo para que o bancário pudesse alcançar a garantia de estabilidade provisória prevista na CCT.

Numa decisão inédita o TRT Campinas, julgou procedente a ação trabalhista e determinou a imediata reintegração do bancário e o pagamento de todas as verbas, desde o momento da dispensa em 01 de abril de 2014, até a data de hoje, quando ocorreu a reintegração.
Vale ressaltar, que não cabe mais recurso para esta decisão, uma vez que o Banco já havia recorrido em todas as instâncias.

Fonte: Sindicato dos Bancários de São José dos Campos e Região
  

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados