Segunda rodada de negociações discute Saúde, Condições de Trabalho e Segurança

19.08.2016

Próximas rodadas nos dias 24 e 29 de agosto No segundo dia de reunião com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), realizada nesta sexta-feira (19), no Hotel Maksoud em São Paulo, o eixo temático discutido foi Saúde, Condições de Trabalho e Segurança. Mantendo o formato do dia anterior, o Comando Nacional dos Bancários apresentou à […]

Próximas rodadas nos dias 24 e 29 de agosto

No segundo dia de reunião com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), realizada nesta sexta-feira (19), no Hotel Maksoud em São Paulo, o eixo temático discutido foi Saúde, Condições de Trabalho e Segurança.

Mantendo o formato do dia anterior, o Comando Nacional dos Bancários apresentou à Comissão dos representantes dos bancos, os pontos prioritários da minuta da reivindicações da categoria, que é composta por 128 artigos.

Saúde e Condições de Trabalho

 Combate às metas abusivas – dimensionamento das metas de acordo com o perfil da localidade e discutida com os trabalhadores, a cobrança do cumprimento do Programa de Desenvolvimento Organização para a Melhoria Contínua das Relações de Trabalho, cláusula 58ª da CCT (Convenção Coletiva de Trabalho), Programa de Retono ao Trabalho – mudança na nomenclatura do programa, relação dos trabalhadores afastados para acompanhamento do movimento sindical, discussão da formulação com os representantes dos trabalhadores, retorno com flexibilização de jornada até a plena recuperação, entre outros pontos.

Segurança

Debate sobre a preocupação relativa aos bancários vítimas de sequestros, assaltos e extorsões, cobrando a contratação da cláusula 107, paragrafo 9º, que assegura estabilidade ao empregado, que por ventura, tenha familiar sequestrado em virtude de atividade desenvolvida na empresa.

Outro tema abordado foi a necessidade da proibição da revista aos funcionários em seu local de trabalho, situação que os bancários vivenciam em algumas instituições.

"Após duas rodadas de negociação, apresentamos os temas centrais de nossas reivindicações, feito isso, entendemos que os bancos devem apresentar proposta que atendam as expectativas da categoria bancária. Nesse sentido, orientamos os sindicatos a intensificarem as atividades nos locais de trabalho para construirmos a mobilização necessária para um grande desfecho da nossa Campanha Nacional dos Bancários", avalia Jeferson Boava, vice-preisdente da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

As negociações continuam a partir do dia 24/08, quando a Fenaban apresentará sua avaliação sobre os temas debatidos nas duas rodadas. No dia 29/08, a representante dos bancos deve apresentar sua proposta.

Calendário de negociações

23/08 – Banco do Brasil;
24/08 – Caixa/Fenaban
29/08 – Fenaban

 

Notícias Relacionadas

Semana reforçou a conscientização sobre o combate às LER/Dort

A data chama atenção para duas doenças que têm relação direta com o trabalho e que atingem milhões de brasileiros Nesta semana, no dia 28 de fevereiro (última quarta-feira) foi o Dia Mundial de combate às Lesões por Esforços Repetitivos (LER) e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (Dort). A data foi escolhida pela Organização Internacional […]

Leia mais

COE e Itaú discutem revisões nos programas de remuneração

Durante a reunião foram apresentadas modificações nos programas. O movimento sindical deve elaborar contraproposta em breve  A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú realizou nesta quinta-feira (28), em São Paulo, uma reunião com a direção do banco para debater questões relacionadas à remuneração dos funcionários. Durante o encontro, o banco apresentou alterações nos […]

Leia mais

Trabalhadores discutem futuro da Fundação Itaú-Unibanco

Em seminário promovido pela Contraf-CUT e COE Itaú trabalhadores debateram caminhos para aumentar representatividade na gestão do fundo de pensão Trabalhadoras e trabalhadores associados à Fundação Itaú-Unibanco se reuniram, nesta quinta-feira (29), em um seminário organizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e pela Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú, […]

Leia mais

Sindicatos filiados