Sindicato de Franca e Região protocola pedidos para priorizar bancários nos planos de vacinação contra COVID-19

10.06.2021

Documentos foram encaminhados aos 17 municípios que compõem a base da entidade Franca e Região O Sindicato dos Bancários de Franca entregou nesta semana, para as prefeituras das dezessete cidades que compõem a base da entidade, pedidos para que os bancários de cada município sejam priorizados na vacinação contra a Covid-19. O presidente da entidade, […]

Documentos foram encaminhados aos 17 municípios que compõem a base da entidade

Franca e Região

O Sindicato dos Bancários de Franca entregou nesta semana, para as prefeituras das dezessete cidades que compõem a base da entidade, pedidos para que os bancários de cada município sejam priorizados na vacinação contra a Covid-19.

O presidente da entidade, Edson Santos, argumenta no ofício que a atividade bancária é considera essencial nos termos do Decreto nº 10.282 de 20/03/2020, alterado pelo Decreto nº 10.329 de 28/04/20 e tem por finalidade atender os interesses dos clientes, usuários de serviços e de toda a sociedade.

O dirigente lembra, também, que os bancos não tiveram suas atividades interrompidas em nenhum momento desde a decretação da pandemia do novo coronavírus, o que expôs ainda mais os trabalhadores aos riscos da doença.

Para o secretário-geral da FEEB-SP/MS, Reginaldo Breda, apesar dos riscos enfrentados pelos bancários, a atuação desses trabalhadores foi fundamental para garantir o funcionamento dos programas de transferência de renda, como os auxílios emergenciais. "Desde o início da pandemia, os bancários ficaram na linha de frente, colocando suas vidas e a vida de suas famílias em risco. Uma atividade essencial, que permitiu que milhões de brasileiros pudessem receber o auxílio-emergencial e colocassem comida na mesa. Portanto, a inserção do bancário na relação de prioridade dos planos de imunização é fundamental para a valorização dos importantes serviços prestados, sobretudo, durante a pandemia", completa Breda.

FEEB na luta pela priorização dos bancários

A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul protocolou, em maio, o ofício que pede a inclusão da categoria no Plano Estadual Imunização.

O documento, apresentado ao governador João Doria e ao secretário da Casa Civil Cauê Macris, aponta a relevância da categoria durante a crise sanitária, ratificada no decreto federal n° 10.329/20, que estabelece os serviços bancários como essenciais.

Notícias Relacionadas

Financiários exigem fim de terceirizações e formalização do teletrabalho no setor

Movimento sindical também denunciou o aumento de contratações de correspondentes bancários, repassando os serviços para empresas que não cobrem os mesmos direitos reivindicados pela categoria Representantes dos trabalhadores financiários realizaram, nesta terça-feira (16), mais uma rodada da mesa de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), desta vez, para […]

Leia mais

COE Santander reitera defesa dos direitos dos empregados durante negociação com o banco

A garantia do emprego foi um dos principais temas reivindicados A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander deu início às negociações do acordo específico com o banco, na tarde desta terça-feira (16). A defesa dos direitos dos trabalhadores e a garantia do empregos foram os principais temas debatidos. O movimento sindical cobrou o […]

Leia mais

Banco do Brasil se compromete a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024

A garantia foi dada pela direção do banco na terceira mesa de negociação da Campanha Nacional 2024, nesta sexta-feira (12), e tema será tratado durante período de renovação da CCT. O Banco do Brasil se comprometeu a não mexer na gratificação dos caixas durante a Campanha Nacional 2024 e a negociar a pauta durante o […]

Leia mais

Sindicatos filiados